Comprando pela internet


A comodidade, facilidade, permissão de pesquisa, faz a compra pela internet uma das preferidas modalidades de compra do consumidor. As formas de pagamento das compras pela internet são diversas como: depósito bancário, boletos, débito em conta corrente, etc., mas o preferido dos consumidores é o cartão de crédito.

 

Essa preferência pelo uso do cartão de crédito em compras pela internet é dada principalmente pela agilidade. Em questão de segundos sua compra já é aprovada quando efetuada com cartão, o que geralmente pode durar dias quando se compra através de outros meios. A compra sendo aprovada mais rapidamente, seu produto chegará mais rapidamente em sua casa também, por isso, para consumidores apressadinhos, o pagamento com cartão de crédito é a melhor escolha.


A compra com o cartão de crédito também é vantajosa quando o cartão possui programa de recompensas, podendo transformas o valor da compra em pontos, bônus, milhas para viajar, etc.


Dicas para comprar na internet com segurança


É certo que comprar pela internet é muito cômodo, mas também deixa muitas pessoas com pulga atrás da orelha: “Será que devo confiar?”, “Esse site é seguro?”, “Será que estou sendo enganado?”, “Será que meu produto vai chegar?” e muitas outras perguntas surgem na hora de comprar, para isso vamos listar algumas dicas de como comprar na internet com segurança, para que você fique despreocupado e faça suas compras com mais tranquilidade:


  • Primeiramente você deve cuidar da segurança de seu computador. Não adianta acessar sites completamente seguros se seu computador não está. Para isso mantenha anti-virus e firewall sempre atualizados. Se não souber como fazer isso, procure um técnico de informática de sua confiança.
  • Com a segurança de seu computador garantida, agora sim, se assegure de que o site que pretende comprar é realmente seguro. Verifique se ele possui o desenho de um cadeado no canto inferior da tela e pesquise sobre sua reputação na internet, as pessoas sempre expõem suas opiniões sobre lojas virtuais, principalmente nas redes sociais e sites próprios de reclamações.
  • Não use computadores públicos: na primeira dica ressaltamos que é importante manter o computador seguro. Computadores públicos não são seguros, principalmente pelo fato de que nunca sabemos quem o usou antes. Quando você os usa para fazer compras colocando os dados de seu cartão ou até mesmo acessando sites bancários, terceiros podem ter acesso às suas informações, o que pode trazer várias consequências a você.
  • Nunca envie informações do cartão de crédito por e-mail, você só pode dar algumas dessas informações quando o site possui formulário protegido para compra. Mesmo assim tome cuidado. Esses formulários nunca pedem a senha do cartão de crédito.
  • Compre o produto com antecedência.

Comprando pela internet


Às vezes nos deparamos com sites internacionais onde o preço do produto que queremos é bem abaixo do valor deste mesmo produto comercializado no Brasil. Nesta hora surge a vontade de comprar e com ela muitas dúvidas de como fazer compras internacionais na internet. Por isso, vamos esclarecer algumas delas para que você compre com segurança em e-commerce estrangeiro.


Primeiramente, para fazer uma compra internacional, você precisa ter um cartão de crédito internacional. Para ter o cartão internacional é preciso preencher alguns requisitos, porém estes requisitos estão bem mais facilitados do que os de alguns anos atrás.


Com o cartão internacional em mãos, posteriormente você deve escolher uma loja virtual ou vendedor que seja de confiança, com boas recomendações e notas, para isso leia sempre os comentários e pesquise a reputação na internet. Desta forma você evitará uma grande dor de cabeça. Escolhida a loja de sua confiança, você deve verificar se a mesma faz entregas em território brasileiro.


É importante saber que existem algumas taxas que são cobradas de produtos importados, são elas: o ICMS, IPI e II. Procure saber se mesmo com esses impostos a compra internacional ainda compensará. Na maioria das vezes ainda assim compensa. Alguns produtos são isentos dessas taxas, como produtos considerados bens culturais, como: livros, revistas e periódicos e remédios com receita para pessoa física. Também são isentos produtos adquiridos em Free-Shops internacionais.