Quedas nos juros tornam o cartão de crédito um novo aliado do consumidor

03/10/2012

 Devido a pressão do governo e a concorrência de bancos públicos,  os bancos reduziram os juros e a forma de cobrança dos cartões de crédito.  É uma ótima oportunidade para o consumidor que se atento, irá se beneficiar com as melhores taxas e condições para uso dos cartões e possivel redução no parcelamento sem juros das lojas. 

 

Os juros do crédito rotativo teve redução, inicialmente pelos bancos Caixa e Banco do Brasil, e chegando ao Bradesco semana passada passando de 14,9% para 6,9% ao mês para os cartões que possuem bandeiras Visa, American Express, Mastercard e ELO.

O banco Itaú adota um sistema diferente, parecido com o sistema americano, com o cliente pagando o rotativo desde o primeiro dia da compra, porém os juros agora passaram de 12% para 5,99% ao mês (apenas um tipo de cartão). Convencionalmente as taxas caíram para 9,9% ao mês.

 

No Brasil já existem 717,8 milhões de cartões, 183,6 milhões tem a função crédito, ou seja, somos um dos países com maior penetração de cartões de crédito e débito. Porém, quando não é bem utilizado, o cartão se torna perigoso para os consumidores. Eles correspondem a 28% da inadimplência. 

 

Uma em cada três pessoas que entram no crédito rotativo do cartão acabam se tornando inadimplentes no Brasil, entretanto, apenas 10% a 12% dos consumidores entram no crédito rotativo. 

 

Os clientes do crédito rotativo são os que bancam a facilidade e comodidade dos que pagam o valor integral no vencimento da fatura, chegando a pagar juros de até 15% ao mês, mais anuidades.


 

 

Fonte: Folha de São Paulo