Seguro de vida: dobre a atenção

02/02/2006

Contratar uma apólice de seguro de vida é cada vez mais comum nos dias de hoje. As coberturas são as mais variadas e, portanto, a atenção precisa ser dobrada, sobretudo no que diz respeito ao detalhamento destas informações.

Isto porque existe uma série de cláusulas restritivas, as quais devem ser descritas em contrato com muito detalhe para que não haja complicações depois da contratação do seguro.

É o caso, por exemplo, das doenças preexistentes, que, tal como nos planos de saúde, devem ser informadas antes da contratação do seguro. Em alguns casos, a seguradora não oferece cobertura para complicações em determinadas doenças, por isto a razão de tantos detalhes em contrato.

Corretor de confiança

Exija que o corretor seja cadastrado na Superintendência de Seguros Privados (Susep) e evite contratar produto que resulte de venda casada. Pedir indicação de pessoas de confiança também é bastante válido.

Apenas com um corretor sério é que será possível esclarecer todas as dúvidas que surgem no momento da contratação do seguro, afinal, ele é capacitado para fazer pesquisas de mercado e lhe oferecer as melhores condições.

Coberturas: detalhamento é fundamental

Da mesma forma que as cláusulas restritivas devem ser muito claras nos contratos, o mesmo vale para as variedades de coberturas.

Suponhamos que o contrato garanta cobertura em caso de invalidez permanente. Então será preciso saber o que a seguradora considera invalidez permanente e quais são os trâmites caso o problema ocorra.

O mesmo cuidado serve para todas as demais coberturas. Afinal, você não quer correr o risco de acreditar que está pagando por uma determinada cobertura e, na hora que mais precisar, ter surpresas nada agradáveis.

Fonte: Segs