Em cinco anos, seguros de vida terão o maior crescimento do mercado

06/04/2006

Segundo estimativas da Superintendência de Seguros Privados (Susep), o ramo de seguros de vida apresentará o maior crescimento do mercado segurador nos próximos cinco anos. A previsão foi feita pelo titular da entidade, René Garcia.

Só os chamados seguros sociais, criados para famílias de baixa renda que pagam contribuições de cerca de R$ 3 a R$ 4 por mês, acabam gerando um montante em torno de R$ 1,5 milhão em apólices mensais. "O seguro de vida é um fator de estimulo à inclusão social", avalia o superintendente da Susep.

Ao fazer uma comparação entre o mercado brasileiro e o japonês, Garcia disse que no Japão cada pessoa tem, em média, três seguros de vida. No Brasil, a participação do mercado de segurador representa apenas 3,4% do PIB (Produto Interno Bruto). No Japão, os seguros são equivalentes a 27% do PIB. No entanto, a expectativa, é que, em dez anos, o mercado brasileiro atinja 7%.

Fonte: ANAPP