Para a OCDE, a previsão de crescimento do Brasil teve queda de 2,2% para 1,8% em 2014

07/05/2014

A expectativa de crescimento para a economia brasileira foi reduzida de 2,2% em novembro do ano passado, para 1,8% neste ano. Esses dados foram retirados do relatório “Perspectivas Econômicas” que foi realizado pela Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

 
Outra estimativa que teve queda foi a do Produto Interno Bruto (PIB). A previsão de crescimento para 2015 era de 2,5%, agora ela foi reduzida para 2,2%. Para o Boletim Focus do Banco Central (BC), a inflação do país continua em alta, com índices de 4,5%.
 
A Projeção da OCDE é a equivalente a feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). O FMI efetuou a diminuição da expectativa de crescimento do PIB pela quarta vez seguida.  Já a expectativa do PIB para 2014 é mais amena, o percentual teve leve queda, indo de 1,65% para 1,63%. Já o BC é mais otimista, para ele a expectativa é que o PIB tenha alta de 2%.
 
Ainda no relatório da OCDE, a expectativa do crescimento global também foi reduzida. Segundo a Agência de notícias Reuters, a economia mundial deve crescer 3,4% em 2014. Já no próximo ano, o crescimento está estimado em 3,9%. O OCDE ainda alerta sobre a estagnação do crescimento dos países em desenvolvimento. Para o relatório a diminuição da expansão do mercado também acarretará aumento no percentual de desempregos. 
 

Fonte: G1