Impacto da Copa do Mundo na Economia

30/07/2014

A Copa do Mundo acabou no domingo (13), foi um megaevento com jogos fantásticos. Porém, ainda é uma incógnita ressaltar qual vai ser o impacto na economia desse evento. Inúmeros indicadores apontam que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) teve uma grande desaceleração no segundo trimestre.

 
Para o Economista Celso Toledo, da consultoria LCA, a Copa do Mundo foi um evento social, mas com impacto negativo para a economia. O Impacto negativo se dá como um grande feriado, e assim como grandes feriados, a produção é reduzida, o que causa uma diminuição econômica.
 
Agora para Emerson Marçal, que é coordenador do centro macroeconômico da FGV – SP, a Copa não tem efeito positivo nem negativo.  Para ele, apesar do país ter “parado” durante o evento, as pessoas tiveram um planejamento em relação ao antes e depois da Copa do Mundo. 
 
Apesar da “parada nacional”, alguns setores lucraram com o evento, principalmente os ligados a turismo e lazer. A indústria sofreu com as dispensas em jogos do Brasil. Já a confiança dos empresários caiu pela sexta vez consecutiva, alcançando o menor índice desde 2009.
 
O setor automotivo teve queda de 33,3% comparada com o mesmo mês do ano passado. As vendas de automóveis também caíram com o percentual de 17,27%.  No geral, a indústria automobilística teve queda de 1,6% no índice de produção e a geração de emprego caíram 2,2%, a análise foi feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: G1