Após término da Copa, a procura dos estabelecimentos por crédito aumenta 15%

19/08/2014

 A procura dos estabelecimentos por crédito aumentou 15% no mês de julho, se comparado a junho. No paralelismo com julho do ano passado, existiu crescimento de 1%. No aglomerado de janeiro a julho, a demanda de estabelecimentos por crédito cresceu 2% frente à mesma época do ano passado. 

 
Na comparação por tamanho dos estabelecimentos, o aumento foi mais significativo para os micro e pequenos, que progrediram 16% em julho. Para os de médio porte, o aumento foi 2,2% e nas de grande, foi de 1,3%.
 
Nos primeiros sete meses deste ano, os estabelecimentos grandes eram líderes da procura empresarial por crédito, com aumento de 9%, frente ao mesmo período do ano passado. Nos micros e pequenos o crescimento foi 2,2% e as médias voltaram 2,5%.
 
Os estabelecimentos de serviços mostraram o maior aumento na procura por crédito, com alta de 19,4% frente a junho. No comércio a alta também foi significativa, de 14,2% diante junho. Já na indústria o aumento em julho foi mais tranquilo, 3,7%.
 
De janeiro a julho, a indústria foi líder, com alta de 5,6%. A área de serviços também apresentou crescimento, de 4,3%. Somente o setor comercial recuou 1%.
 
Estima-se que a Copa do Mundo, os feriados e paralisações, prejudicaram o resultado da procura por crédito no mês de junho, provocando uma alta de 15% em julho. 
 

Fonte: Agência Brasil