Planos de previdência para menores de idade batem recorde

03/01/2007

A cada dia aumenta a preocupação dos pais com o futuro dos filhos, principalmente, no que diz respeito à educação. Hoje em dia, com a previdência privada infantil, você pode garantir uma reserva financeira considerável, sem muito sacrifício, para bancar os estudos do seu filho na universidade, na pós-graduação, no exterior ou mesmo para abrir seu escritório ou consultório.

“Os planos de previdência privada para menores de idade bateram seu recorde histórico e foram a grande surpresa de 2006”, avalia Osvaldo do Nascimento, presidente da Associação Nacional da Previdência Privada (Anapp) e diretor responsável pelas operações de Previdência, Seguros e Capitalização do Itaú.

A preocupação dos pais em acumular recursos para fazer frente aos estudos dos filhos aliada às campanhas promocionais do Dia das Crianças permitiu que outubro atingisse o volume de R$ 210,6 milhões (137,82% maior que o do mesmo mês de 2005). O resultado também fez com que os planos para menores registrassem sua mais elevada participação percentual sobre o total captado em um único mês: 11,60%. Historicamente, a média do segmento fica em 5%.

Segundo Osvaldo do Nascimento, além de contratar uma renda ou acumular recursos para a educação, os pais poderão oferecer benefícios adicionais ao seu filho, como pensão e/ou pecúlio. “Com o plano de previdência privada, o início de carreira do seu filho pode ocorrer de forma mais tranqüila e equilibrada possíveis”.

“Quanto mais cedo iniciar a contribuição, melhor”, defende o presidente da Anapp. Em qualquer idade, a criança ou o adolescente pode entrar no plano. Os cálculos são feitos de acordo com o tempo de contribuição. A orientação do especialista é que sempre se deve procurar um consultor credenciado pela Superintendência do Seguro Privado (Susep) para fazer esses cálculos.

Fonte: Segs.com.br