Selic deve fechar o ano em 10,25%, estimam analistas ouvidos pelo BC

02/03/2009
Brasília - Analistas de mercado reduziram a estimativa para a taxa básica de juros, a Selic, ao final deste ano, de 10,38% para 10,25%. A informação é do boletim Focus, publicação semanal do Banco Central (BC) elaborada com base em projeções de analistas de mercado para os principais indicadores da economia. Para a reunião deste mês do Comitê de Política Monetária (Copom) do BC, que define a Selic, foi mantida a expectativa de que os juros básicos sejam reduzidos dos atuais 12,75% para 11,75%. Para o final de 2010, também não foi alterada a previsão de 10,25%. Na hora de definir a Selic, o Copom leve em consideração, entre outros fatores, a trajetória e as expectativas para a inflação, que, na opinião dos analistas, deve fechar o ano em 4,66%. É uma das responsabilidades do Banco Central manter a inflação dentro da meta estabelecida pelo governo, que neste ano é de 4,5% com margem de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A inflação oficial é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Fonte: Agência Brasil