Caixa muda regras de programa de crédito para compra de material de construção

20/03/2009
Brasília - A Caixa Econômica Federal mudou as regras para a compra de material de construção por meio do programa Carta de Crédito FGTS. Entre as alterações estão a dispensa da garantia de fiança/aval e a ampliação do prazo de amortização, que passou de 96 para 120 meses. “O intuito é aumentar a atratividade da linha, racionalizar os procedimentos e aumentar o número de contratações”, diz nota da Caixa. Segundo a instituição, a contratação do Construcard FGTS permite a inclusão de até 15% dos custos de mão-de-obra no valor financiado. Atualmente, a renda máxima para essa modalidade é de R$ 1.900. Quem tem rendimento superior a essa faixa pode contratar o Construcard Caixa, com recursos do banco, cujo valor mínimo a ser financiado é de R$ 1.000. O Construcard FGTS é uma linha de crédito destinada à compra de material de construção em geral, incluindo armários embutidos e aquecedores solares. As compras são efetuadas por meio do cartão de débito Construcard FGTS, nos mais de 40 mil estabelecimentos comerciais credenciados pela Caixa. De acordo com o a Caixa, desde novembro passado, o limite de financiamento passou de R$ 7 mil para até R$ 25 mil. A taxa de juros varia entre 5% e 7,16% ao ano, de acordo com a renda familiar do tomador. Desde sua criação, em 1997, a linha já financiou R$ 5,9 bilhões e beneficiou aproximadamente 1,07 milhão de famílias. Em 2009 a meta de contratação para compra de material de construção com recursos do FGTS é de R$ 1 bilhão.

Fonte: Agência Brasil