Novo presidente do Banco do Brasil sinaliza com taxas de juros mais baixas

13/04/2009
Brasília - Ao participar hoje (13) de uma teleconferência com acionistas e representantes do mercado, o novo presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, afirmou que a instituição terá uma postura mais agressiva na concessão de crédito, mas manterá os critérios de análise de risco na liberação de financiamentos. O objetivo, segundo ele, é reduzir as taxas, com cuidado para evitar o aumento da inadimplência. “Iremos aproveitar as oportunidades no mercado de crédito”, disse Bendine, na teleconferência. Segundo ele, será reforçada a atuação do BB com micro e pequenas empresas e haverá participação ativa no financiamento ao comércio exterior. Além disso, o banco ampliará o crédito habitacional nos próximos cinco anos, expandirá o financiamento de veículos e aumentará sua presença na área de seguridade. Na última quarta-feira (8), o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que o atual presidente, Antonio Francisco de Lima Neto, será substituído por Bendine, que assumirá no próximo dia 23.

Fonte: Agência Brasil