Juros cobrados pelos bancos caem pela quarta vez, constata pesquisa do Procon-SP

14/04/2009
São Paulo - Pela quarta vez consecutiva houve queda nas taxas de juros cobrados pelos bancos para empréstimos pessoais e cheque especial, segundo pesquisa divulgada hoje (14) pela Fundação Procon-SP. Os dados apontam que nas dez instituições financeiras pesquisadas se consolidou a tendência de redução no preço do crédito, com previsão de queda ainda maior, puxada pelo movimento dos bancos oficiais, como sinalizou o governo federal. Entre os bancos avaliados, houve uma redução de 0,06 ponto percentual na média dos juros cobrados em março, que era de 5,80% ao mês e agora está em 5,74%. Dos dez bancos consultados, seis baixaram as taxas. Para o cheque especial, a média de juros ao mês era de 9,17% em março, valor que caiu para 9,03% neste mês. Um decréscimo de 0,14 ponto percentual. Entre os dez bancos avaliados, apenas dois mantiveram suas taxas do cheque especial. Em dezembro do ano passado, a taxa média para empréstimo pessoal era de 6,25% e de 9,33% para o cheque especial. Os dados foram coletados entre os dias 6 e 7 de abril e as instituições pesquisadas foram o Banco do Brasil, o Bradesco,a Caixa Econômica Federal, o HSBC, o Itaú, a Nossa Caixa, o Real, o Safra, o Santander e o Unibanco.

Fonte: Agência Brasil