Petrobras investirá no pré-sal US$ 111 bilhões até 2020 para produzir 1,8 milhões de barris diários

08/06/2009
Rio de Janeiro - Para atingir a expectativa de produzir 1,8 milhão de barris de petróleo por dia até 2020, na região do pré-sal, a Petrobras terá que investir no período US$ 111 bilhões. A informação foi dada hoje (8) durante o programa Roda Viva, da TV Cultura, pelo presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli. “Este investimento é viável, com o preço do petróleo no mercado externo abaixo dos US$ 45 o barril, que hoje no mercado externo está próximo dos US$ 70”, ressaltou Gabrielli. O presidente da Petrobras disse que somente o Teste de Longa Duração (TLD), que está em andamento tanto no Parque das Baleias (ES) quanto em Tupi, na Bacia de Santos (ambos no pré-sal), é que propiciará informações suficientes e precisas sobre a quantidade de poços que serão necessários por unidade flutuante de produção. “É claro que nós esperamos que, com o conhecimento que será adquirido ao longo da realização destes testes, consigamos reduzir o número de postos e, consequentemente, até mesmo reduzir estes investimentos em bilhões de dólares”, disse. Ele lembrou, ainda, que somente um poço hoje para ser perfurado custa em torno de US$ 60 milhões e para completar o valor salta para US$ 100 milhões. “Então se eu consigo reduzir 200 poços isto significa US$ 20 bilhões de economia”. Edição: Antonio Arrais

Fonte: Agência Brasil