Ministério pedirá ao Banco Central para investigar se há monopólio do BB no crédito consignado

21/06/2010
Brasília - O Ministério da Justiça deve encaminhar hoje (18) ao Banco Central pedido de avaliação da possível e prática de monopólio na concessão de crédito consignado a servidores públicos pelo Banco do Brasil.

Segundo o Ministério da Justiça, a Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais (Fesempre) fez a denúncia à Secretaria de Direito Econômico (SDE). Entretanto, segundo a assessoria de imprensa do ministério, a secretaria não analisa condutas anticompetitivas de bancos, o que caberia ao BC.

O BB tem sido questionado também na Justiça por contratos de exclusividade com prefeituras, governos estaduais e órgãos administrativos para oferta de crédito consignado. Entre as entidades que entraram na Justiça estão a Associação Brasileira dos Bancos (ABBC), que representa pequenas e médias instituições, o Ministério Público Federal no Distrito Federal e o Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias dos Municípios de São Paulo (Sindsep), por exemplo.

O BB respondeu que está atuando “conforme a determinação dos órgãos reguladores, assim como atuam na exclusividade também alguns bancos privados".

Edição: Tereza Barbosa

Fonte: Agência Brasil / Repórter: Kelly Oliveira