Parceria com Grupo São Martinho, aumenta presença da Petrobras no mercado de etanol

21/06/2010
Rio de Janeiro - Com o objetivo de expandir a produção de etanol da companhia na Região Centro-Oeste, a Petrobras anunciou hoje (21) a criação de uma parceria com o Grupo São Martinho. O acordo foi firmado pela subsidiária Petrobras Biocombustível e prevê a constituição de uma nova sociedade, denominada Nova Fronteira Bioenergia S.A. A Nova Fronteira vai controlar a Usina Boa Vista, atualmente em produção, e o projeto greenfield (novas usinas) denominado SMBJ Agroindustrial S.A., em Goiás.


Pelo acordo, a Petrobras Biocombustível vai fazer um aporte financeiro de R$ 420,8 milhões, passando a deter 49% das ações da nova sociedade. Segundo nota da estatal, o desembolso se dará em duas etapas: a primeira, de R$ 257,6 milhões, após a conclusão da due dilligence (processo de avaliação), que ocorrerá em até 90 dias, e o restante em até 12 meses.


Segundo Fábio Venturelli, do Grupo São Martinho, o acordo possibilitará que a Nova Fronteira Bioenergia nasça com uma forte estrutura de capital e grande capacidade de investimento, abrindo espaço para acelerar seu plano de expansão na região. “O projeto inicial da Usina Boa Vista foi concebido para alcançar mais de 7 milhões de toneladas de capacidade de moagem de cana. Com a entrada da Petrobras, conseguiremos atingir essa meta em até quatro anos”, disse.


Para o presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, a parceria representa mais uma aliança estratégica na consolidação da companhia como importante produtora de etanol. “A parceria com a São Martinho é mais uma aliança para o desenvolvimento da produção em Goiás, apresentando importantes sinergias com outros ativos do Sistema Petrobras”, afirmou.


Edição: Aécio Amado

Fonte: Agência Brasil / Repórter: Nielmar de Oliveira