No Paraná, bancários discutem propostas e decidem sobre fim de paralisação hoje à noite

13/10/2010
Curitiba – O Sindicato dos Bancários de Curitiba deve orientar a categoria a aceitar a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), na última segunda-feira (11), e a encerrar a paralisação iniciada há 15 dias. A assembleia dos bancários está marcada para hoje (13), às 19h.

De acordo com o presidente do sindicato, Otávio Dias, caberá à categoria a decisão final sobre o fim da greve. Ele acredita, entretanto, que a proposta da federação é uma das melhores desde 2004.

“A valorização do piso salarial, o ganho real, dentre outras conquistas, são fruto da organização e adesão da categoria em todo o país. É uma conquista que podemos considerar histórica”, afirmou.

Durante a assembleia, os bancários discutirão a proposta da Fenaban de reajuste de 7,5%, com aumento real de 3,8%, para os que ganham até R$ 5.250. Para os bancários com salário maior do que este, a proposta prevê uma parcela fixa de R$ 393,75 ou correção de 4,29% de acordo com a inflação do período.

O Paraná contabiliza 607 agências bancárias fechadas e cerca de 14,9 mil trabalhadores de braços cruzados, de acordo com último levantamento do sindicato. Em Curitiba e região são 273 agências fechadas e 10,5 mil trabalhadores que aderiram à greve.


Edição: Lílian Beraldo

Fonte: Agência Brasil / Repórter: Lúcia Nórcio