Tarifas de cartão de crédito devem ser uniformizadas em breve

21/10/2010
A Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) aguarda que Conselho Monetário Nacional (CMN) padronize, ainda neste mês, as taxas cobradas pelos bancos emissores em seus cartões de pagamento.

Enquanto isso não acontece, as companhias que fazem parte da Abecs já definiram os parâmetros para sua autorregulação. E se comprometem com a abertura de mercado incentivando a entrada de bandeiras locais de débito e transparência na definição de tarifas.

Na sua intervenção, o Banco Central (BC) deve solicitar uma padronização das taxas cobradas a fim de facilitar que o consumidor entenda exatamente o que está pagando e que, assim, possa fazer comparações.

Da mesma forma que os bancos precisam informar regularmente todos os custos relativos a operações de crédito, os quais são publicados no site do BC, as instituições de cartão de cartão de crédito também devem ser obrigadas a tonar público esses dados.

Fonte: IG