Taxa média dos juros bancários aumentou para 39% ao ano em março, diz BC

28/04/2011

Foi divulgada nessa quarta-feira, 27 de abril, pelo Banco Central (BC),  que a taxa média de juros do crédito bancário aumentou de 38,1%, em fevereiro, para 39% ao ano, em março, e a elevação já soma 4 pontos percentuais no trimestre, de acordo com o Relatório de Política Monetária e Operações de Crédito do Sistema Financeiro.

A alta do custo do crédito foi determinada pela elevação de 0,7 ponto percentual nos juros médios dos empréstimos para pessoas jurídicas (empresas), que ascenderam para 31,3% ao ano, enquanto a taxa média das operações para pessoas físicas aumentou de 43,8% para 45% ao ano. Os bancos explicam que parte do aumento decorre da evolução da inadimplência da pessoa física, que passou de 5,8% para 5,9%, e permaneceu em 3,6% para pessoa jurídica.

Apesar do acréscimo dos juros, o saldo total de créditos do sistema financeiro nacional registrou expansão de 1% no mês e soma 2,7% no trimestre ou 20,7% em 12 meses, com estoque de R$ 1,752 trilhão. A quantia equivale a 46,4% do Produto Interno Bruto (PIB), soma das riquezas produzidas no país. Houve, portanto, ligeira retração em relação à proporção de fevereiro (46,5%). Do total, R$ 1,146 trilhão são recursos livres e R$ 606,9 bilhões são direcionados.

Nas operações de crédito com juros prefixados para pessoas físicas, todas as modalidades ficaram mais caras, com ressalva do crédito pessoal, cuja taxa caiu de 48% para 47,3% ao ano. Os juros do cheque especial aumentaram de 167,4% para 174,6% ao ano, para a compra de veículos, de 27,3% para 29,9% ao ano, e no caso do financiamento de outros bens, de 50,8% para 53,6% ao ano. Nas operações com empresas, os juros caíram de 44,5% para 44,1% ao ano no abatimento de duplicatas.

Fonte: Agência Brasil / Repórter: Stênio Ribeiro