Empréstimo pessoal já atinge 41,4% do total

22/09/2005

O surgimento dos financiamentos com desconto em folha de pagamento e a forte adesão dos consumidores a essa modalidade de crédito, que oferece as taxas de juros mais baixas devido ao menor risco, tem contribuído para que a participação do produto denominado crédito pessoal avance. Linhas tradicionais como o cheque especial vêm perdendo terreno deste 2000.

Estudo da Partner Consultoria apresentado no Congresso de Cartões e Crédito ao Consumidor mostra que naquele ano o uso do cheque especial respondia por 13,5% do total de produtos de crédito oferecidos pelas instituições financeiras para consumo.

Este percentual caiu para 8,4% em julho deste ano. Em contrapartida, a contratação no crédito pessoal subiu e 34% para 41,4% em igual período. O cartão de crédito também registrou incremento na sua participação. Há cinco anos, a parcela correspondente a essa modalidade era de 5,8%, subindo para 7,3% no sétimo mês deste ano.

A contratação de financiamentos para aquisição de veículos sofreu leve variação negativa de 32,4% para 31,6%. Nesta mesma linha, houve recuo no crédito para outros bens (6,8% para 6,4%).

Fonte: Invertia