Segundo presidente do Banco Central inflação atinge pico neste mês

04/08/2011

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta quinta-feira (4), no programa "Bom Dia Ministro", que a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), atingirá o "pico" em agosto deste ano, mas acrescentou que, depois disso, ela recuará "de forma expressiva".

"Nossa visão no BC é que o que já foi feito está funcionando e vai ser sentido com maior força ao longo deste semestre, especialmente no último trimestre do ano. O que estava programado em nosso plano de vôo inicial é o que está ocorrendo. A economia está desacelerando e a inflação está abaixo do centro da meta em termos mensais. A inflação acumulada em 12 meses vai reduzir de forma significativa a partir do quarto trimestre deste ano. A inflação vai cair dois pontos de porcentagem entre outubro deste ano e abril de 2012. A inflação está no pico em agosto, mas depois cai de forma expressiva", disse ele.

Ele também negou que a autoridade monetária tenha desistido de perseguir a meta central de inflação, de 4,5%, em 2012. "O BC está focado na meta de 4,5% em 2012. É essa que vamos perseguir. Acho que estamos no caminho certo", declarou o presidente do BC.

Fonte: G1 / Repórter: Alexandro Martello