Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

5 dicas para a reabertura do comércio após a pandemia

Por Camila SilveiraPublicado em

Embora os casos de Covid-19 estejam aumentando no país, muitas cidades anunciaram planos de reabertura de comércios e outros serviços durante a pandemia. O funcionamento dos diversos setores contará com limitação de horários, protocolos de higiene para o combate ao coronavírus, restrições de atendimento, entre outros cuidados.

Para ajudar você e sua empresa enfrentar a reabertura do comércio pós-pandemia da melhor maneira possível, nós separamos cinco dicas que podem ser ideais. Ficou interessado? Continue com a gente e aproveite o conteúdo!

Dicas para reabertura do comércio pós-pandemia

1. Avalie o risco de reabertura

É importante analisar com calma a reabertura do estabelecimento, até porque estamos vivendo um momento de pandemia. Caso você trabalhe com um segmento que envolva grupos de riscos, por exemplo, veja se vale a pena retomar os negócios para evitar maiores prejuízos. Se a sua resposta for positiva, que tal criar uma loja virtual para continuar ganhando uma grana?

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Além disso, avalie os custos que você terá ao reabrir as portas, como aluguel, energia elétrica, estacionamentos, entre outros exemplos e veja se realmente está preparado financeiramente para isso. Acredite, muitos setores estão ganhando mais dinheiro de maneira virtual do que com as próprias lojas físicas neste momento de pandemia.

2. Organize seu estoque de produtos

Mesmo que você não trabalhe com oferta de produtos, mas sim serviços, é super importante conhecer os seus clientes. Aproveite o tempo livre que tem dentro de casa para fazer pesquisas em suas redes sociais e veja o que seu público prefere ou gostaria de ver em sua loja. Dessa forma, você consegue economizar, deixando de comprar produtos desnecessários

3. Crie o seu próprio método de entrega

Devido ao isolamento social, milhares de empresas de todos os segmentos precisaram se adaptar às novas formas de trabalho. Os serviços de delivery estão ganhando espaço durante este momento de pandemia e se mostraram como uma grande oportunidade de negócio. Afinal, diversos setores, além da alimentação, estão se beneficiando!

Portanto, se você trabalha com roupas, sapatos, cosméticos, perfumes, entre outros produtos do varejo, crie uma forma de entregar itens na casa de seus clientes e continue ganhando seu dinheiro. Caso não tenha veículo próprio, ofereça oportunidades de emprego para outras pessoas, contratando entregadores!

4. Se preocupe com a segurança dos clientes

Com o aumento de casos da Covid-19 no país, é de extrema importância se preocupar com a segurança dos seus clientes. Disponibilize álcool em gel e máscaras em seu ambiente de trabalho, incentive seus funcionários lavarem as mãos frequentemente e nunca se esqueça de limpar os objetos que as pessoas mais tocam, como:

  • Maçaneta;
  • Bancadas;
  • Torneiras;
  • Banheiros;
  • Telefones;
  • Computadores;
  • Entre outros.

5. Cuidado ao tomar crédito após a pandemia

Diversas instituições financeiras estão oferecendo linhas de crédito para as pequenas e microempresas com taxas de juros menores do que as praticadas no mercado. Mas, apesar dessa condição, é preciso ter uma ideia bem clara de como o dinheiro será usado e se isso realmente vai ajudar você a vender mais.

As parcelas devem receber uma atenção especial após a pandemia, até porque as empresas não sabem quando voltará a faturar como antigamente. Portanto, antes de contratar um empréstimo, veja se você conseguirá honrar com todas as prestações para não sair no prejuízo, combinado?

Descomplicamos?

Esperamos ter apresentado boas dicas para a reabertura do comércio pós-pandemia. Qualquer dúvida, deixe um comentário para nós e até breve!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Trabalhador que recusar tomar vacina pode ser demitido por justa causa

PF deflagra operações contra fraudes no Auxílio Emergencial

Fase emergencial da quarentena no estado de SP: o que muda?

3 coisas que as empresas estão fazendo para superar a crise do Covid-19

5 princípios que devemos aprender em momentos de crise

O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

Conheça o ‘Auxílio Emergencial’ para moradores da cidade de Belém

O que é necessário para receber a vacina contra o coronavírus?