Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

5 piores dicas financeira já dadas

Por Sabrina VansellaPublicado em

Com a educação financeira comprometida no país, os palpites e conselhos sobre dinheiro tornaram-se populares. Mas lembre-se daquela frase "Se conselho fosse bom não se dava, se vendia".

Pensando nisso, elencamos neste artigo dicas financeiras que não devem ser seguidas.

"Tenha uma conta corrente com cartão de crédito"

Nem sempre a melhor escolha é entrar no ciclo vicioso do cartão de crédito, principalmente se você não possui muito controle financeiro. Também na conta corrente, muitos bancos cobram tarifas por deixar o dinheiro parado, então fique atento.

"Investir na poupança é uma ótima escolha"

Na verdade, existem mais motivos para afirmar que essa não é uma boa ideia:

  • Baixa rentabilidade;
  • Não reposição da inflação, ou seja, você pode perder dinheiro;
  • Existem opções seguras e melhores;
  • Resgate dos rendimentos somente no aniversário do depósito.

"Temos que viver todos os dias como se fosse o último"

Ok, essa frase pode até ter um fundo motivacional, mas pode te colocar em uma péssima situação no presente. Guardar dinheiro realmente não é a tarefa mais simples, ainda mais com o aumento dos preços de todos os setores, mas entenda a importância de se organizar, mesmo que para um futuro próximo.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

"Só pague o mínimo do cartão para sobrar mais dinheiro no mês"

Este problema é muito frequente e merece atenção. A grande desvantagem nisto, é que os juros serão cobrados referente ao valor que não foi pago, ou seja, a maior parte. Mesmo que você termine o mês com mais dinheiro, os próximos terão uma dívida crescente e acumulativa por conta das altas taxas de juros impostas.

"Qualquer coisa, passa no cartão"

O cartão de crédito realmente pode ser um ótimo aliado quando se está sem dinheiro, mas também pode se tornar um grande inimigo. Ainda mais quando é utilizado sabendo que não existe o orçamento suficiente para cobrir a dívida.

Em algum momento a fatura vence e precisa ser paga. Lembre-se de evitar ao máximo o crédito rotativo com suas altas taxas de juros.

Descomplicamos?

Se gostou deste artigo, não esqueça de clicar no like. Compartilhe com os amigos e até breve!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça 10 cursos de finanças gratuitos para aprender a investir

ID Jovem: guia completo 2022

Vale a pena parcelar compras no cartão com inflação em alta?

Copa do mundo 2022: quanto custa completar o álbum?

SOS Nu: saiba como proteger sua conta digital Nubank

Saiba como cobrar um amigo sem perder a amizade

Saiba como bloquear o cartão Bolsa Família

Como enviar e receber dinheiro do exterior pelo PicPay?