Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

7 perguntas para fazer antes de transformar uma ideia em negócio

Por Sabrina VansellaPublicado em

As ideias movem o mundo, mas é preciso ter certeza se um palpite realmente vai se transformar em um bom negócio. Por isso, selecionamos sete perguntas que você deve fazer para descobrir o potencial da sua ideia antes de abrir mão da carteira CLT.

Como saber se tive uma boa ideia?

Tomando banho, lavando as louças, caminhando ou antes de dormir, as ideias surgem de forma inesperada. Mas é preciso anotá-las para que elas não caiam no esquecimento.

Após colocar sua ideia de negócio em um lembrete, o principal empecilho para colocar o projeto em ação é a dúvida. Afinal, será que realmente é uma boa ideia?

Nem sempre boas ideias se transformam em bons negócios

Mesmo que uma ideia pareça boa na teoria, como empreendedor, é preciso enxergar outras características que mostram como o negócio pode funcionar na prática. 

Por isso, é necessário que você realize algumas pesquisas antes investir totalmente em uma ideia. Após conseguir mais informações sobre o mercado e sua necessidade, é possível fazer análises e apontamentos mais responsáveis sobre a transformação da ideia em negócio.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Faça questionamentos sobre sua ideia

Procure alguém de confiança que não te desmotive para compartilhar sua ideia ou faça três perguntas para si mesmo, como:

  • Essa ideia é boa mesmo?
  • Ela realmente pode virar um negócio?
  • O esforço investido vai trazer retornos?

Essas perguntas são necessárias para entender o potencial da sua ideia e se vale a pena fazer outros questionamentos. Se respondeu sim para as três, então está preparado para os próximos passos.

7 perguntas para fazer antes de transformar uma ideia em negócio

Essa ideia tem mercado?

Se você considera a busca por um sócio, provavelmente ele também vai fazer algumas perguntas antes de assinar qualquer contrato. 

Por isso, é importante questionar se existem pessoas que precisam do seu produto ou serviço. O público é essencial para qualquer negócio, afinal, eles são os responsáveis por mantê-lo aberto. Busque alinhar sua ideia com o que o mercado está precisando.

O mercado está crescendo?

Existem situações passageiras que aumentam a busca por um determinado produto ou serviço e depois acabam não sendo procurados com tanta frequência.

Além disso, também é preciso analisar se a concorrência é muito alta nesse mercado. Pois, esse pode ser um grande problema já que a disputa será maior e a procura não será concentrada para você.

Como as pessoas vão comprar?

Por onde seu produto ou serviço vai ser vendido? Presencial ou online? Pois dependendo da resposta, a escolha de qual será a forma de venda também pode comprometer o negócio. Alguns pontos chaves merecem atenção antes de transformar uma ideia em um negócio:

  • Como as pessoas vão fazer a transação para você?
  • A forma de entrega do produto ou serviço torna o processo muito caro ou complexo?

As pessoas realmente vão usar?

A venda é vista como a parte principal de um negócio, mas é preciso entender se a sua ideia vai ter uma aceitação do público.

A resposta dessa pergunta determina se o seu cliente vai fazer indicações para outras pessoas. Afinal, se o cliente acredita que o seu produto ou serviço não tem nenhum diferencial, não haverá indicação.

É um produto/serviço de fim ou contínuo?

Essa questão requer mais atenção, mas também deve ser considerada. Entendendo se um produto ou serviço é de fim ou contínuo, você consegue perceber o potencial de futuro da sua ideia e se vale a pena investir nela.

Todos os negócios precisam de um certo valor de entrada. Por exemplo: caso o seu negócio seja na área de gastronomia você sempre precisará fazer compras de ingredientes.

Por isso, se o produto ou serviço ser vendido somente em datas especiais, o seu faturamento poderá ficar comprometido. Ou seja, é preciso encontrar alguma alternativa para preencher o orçamento.

Quanto vou gastar com essa ideia?

Assim como citamos anteriormente, é preciso compreender o custo do produto ou serviço antes de investir nele. Também é importante saber como você vai lidar com tal custo, não adianta ter uma ideia sem ter o dinheiro e o tempo necessário para colocá-la em prática.

É um bom negócio?

Agora que você já passou pelas seis perguntas e chegou até aqui, é preciso encarar a verdade. Depois de considerar todas as questões, você realmente considera que sua ideia possa se tornar um bom negócio?

E aí, realmente teve uma boa ideia?

Esperamos que esses questionamentos tenham sido úteis para entender se a sua ideia pode progredir. Caso tenha alguma dica ou queira realizar algum apontamento, faça um comentário. Até mais!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Soluções antifraude: como proteger sua empresa contra fraudes

Dicas para evitar fraudes no cadastro: como se proteger

Modelo de negócio B2B: entenda como funciona

Modelo de negócio B2C: entenda como funciona

Contas para Pessoas Jurídicas: saiba como regularizar o CNPJ

9 Indicadores empresariais que você deve ficar de olho

Como mitigar riscos em sua empresa

O que é e como o Open Banking pode afetar a minha empresa?