Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

8 dicas para ficar no azul e sair do vermelho

Por GuiabolsoPublicado em

Estamos vivendo mais um ano atípico para todo mundo: coronavírus, muitos dias em casa, crise na saúde e, consequentemente, financeira. De todas as coisas que 2020 pode ter ensinado, estar com as finanças em ordem e ter reserva de emergência com certeza foi uma delas.

Estar com as contas em dia e ter tranquilidade e liberdade para investir seu dinheiro é o desejo de todo mundo. Por isso, viemos te mostrar como é possível organizar suas finanças e começar a investir.

Avalie o quanto você realmente ganha

Acredite, muitas pessoas não sabem qual é o seu salário líquido. Isso porque, baseiam-se no valor bruto, esquecendo dos descontos como INSS e Imposto de Renda, no caso de trabalhadores com carteira assinada. Já com autônomos, a situação pode ficar ainda mais complicada, já que a renda mensal pode variar e vir de várias fontes.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Por isso, antes de começar, procure entender exatamente qual é o valor que você realmente recebe.

Conheça seus gastos mensais fixos e variáveis

Agora que você já sabe exatamente quanto ganha, é momento de entender quais são seus gastos fixos e variáveis. Para ficar no azul, é essencial que sua receita supere os seus gastos!

Sempre considere como gastos fixos todos aqueles que não mudam radicalmente durante os meses como: aluguel, mensalidade de escola ou faculdade, plano de saúde, plano de celular e outras despesas que podem encaixar no seu estilo de vida. 

Já gastos variáveis são aqueles que mudam todos os meses e aqui é importante gastos como: lazer, restaurante, itens de beleza, bares, gasolina etc.. 

Para anotar esses gastos, você pode partir para planilha de gastos, planners mensais ou aplicativos como o Guiabolso, uma plataforma que além de te ajudar a se organizar financeiramente, graças a sua tecnologia consegue conectar suas contas do banco em um único lugar de forma segura e te oferecer uma plataforma exclusiva e personalizada de produtos financeiros.

Tenha um planejamento 

Depois de avaliar sua receita e suas despesas, é importante criar um orçamento para as suas contas. Reserve um tempo para analisar onde estão seus maiores gastos e veja quais são as categorias mais pesadas. Se possível, procure entender quais são as áreas possíveis do seu orçamento que podem ter cortes e quais têm potencial de economia.

Tenha uma reserva de emergência

Não enxergue a reserva de emergência apenas como um dinheiro para as horas de desespero, ela pode ser mais uma maneira de você ter segurança caso seu orçamento saia do controle em algum mês é com ela que você pode fugir de créditos com juros absurdos.

O processo para montar sua reserva não precisa ser difícil, o primeiro passo é entender qual a porcentagem da sua renda você consegue poupar. O ideal é guardar pelo menos 15% do valor total da sua receita, mas se você não conseguir poupar essa quantidade, guarde quanto puder. Tenha separado para reserva pelo menos de 6 a 12 meses dos seus gastos fixos. 

Se for possível, pague à vista

Evitar parcelamentos pode ser a chave para que seu orçamento se mantenha organizado. Sempre pense se faz sentido comprometer a sua renda dos próximos meses com um parcelamento.

O cartão de crédito pode ser um vilão quando o assunto for parcelamento e por isso, evite usá-lo, principalmente se for parcelar suas compras e pagar o mínimo do cartão. Já que os juros do cartão de crédito é um dos mais altos do mercado, né?

Defina suas prioridades

"Para quem não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve". Depois de entender quanto de dinheiro entra na sua conta bancária e quanto de dinheiro sai da sua conta, é hora de começar a definir suas prioridades e saber o que deve ser feito para alcançá-las.

Se você tem dívidas, entenda quais são elas e o que você deve fazer para pagá-las. Se você não tem dívidas, mas também não consegue fazer sobrar dinheiro, entenda quais são os gastos que podem ser cortados. Se você já quer começar a investir, estude mais sobre o assunto e comece a conhecer quais seus objetivos como o investimento.

Trace metas alcançáveis

Comece entendendo a diferença entre metas e desejos pessoais, já que vontades podem surgir de maneira repentina, como "ficar rico" sem ter um objetivo com prazo já definido. 

Pensando nisso, uma meta deve ser definida de forma objetiva e com prazo, como: "sair das dívidas em 6 meses " ou "me aposentar em 30 anos", o que começa a torná-las plausíveis. Mas cuidado na hora de defini-las para não colocar sua saúde financeira em risco e gerar frustrações ao longo dos meses.

Comece a investir

Depois de ter controle das suas finanças e do seu orçamento, e hora de começar a investir o seu dinheiro. O maravilhoso mundo dos investimentos não precisa ser complexo ou distante, esqueça a ideia de que só quem tem muito dinheiro pode investir, com pequenas atitudes você já pode começar. 

  • Tenha objetivos bem definidos para esse dinheiro;
  • Determine a quantia que você quer investir;
  • Conheça os tipos de investimentos;
  • Conheça o seu perfil de investidor;
  • Escolha o investimento que tenha mais a ver com seu perfil e com os seus objetivos.

Dar o primeiro passo pode ser o mais desafiador e o processo pode não ser tão simples quanto se imagina, mas acredite, no futuro você agradecerá o seu eu do passado pela tomada de decisão. Sempre procure a melhor maneira de cuidar das suas finanças. Estamos aqui para ajudá-lo!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Guiabolso

O Guiabolso é uma plataforma que facilita e melhora a gestão financeira das pessoas organizando seus orçamentos, oferecendo bons produtos financeiros e permitindo que elas façam transferências instantâneas e gratuitas, a qualquer dia e hora. O App organiza as diversas contas bancárias do usuário automaticamente em apenas dois minutos, sem a pessoa ter de anotar os seus gastos individualmente. O App também faz a curadoria dos melhores produtos financeiros de acordo com o perfil detalhado do usuário. A missão do Guiabolso é transformar o sistema financeiro ajudando as pessoas a melhorarem suas vidas. O aplicativo, que surgiu em 2014 e já recebeu US$ 80 milhões em cinco rodadas de investimentos, conta com mais de 6 milhões de usuários. Além disso, possui o Guiabolso Connect, serviço pioneiro de inteligência de dados que conecta pessoas e empresas com o intuito de viabilizar negócios cada vez mais justos e personalizados, gerando mais assertividade, respostas em tempo real e redução de custos para as empresas que utilizam essa solução.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Confira o ranking das 100 melhores cidades para se viver no Brasil em 2021

Falta de planejamento financeiro pode afetar a sua saúde e qualidade de vida

Cartão Méliuz: ganhe dinheiro de volta em todas as compras

Banco Inter: saiba como ganhar cashback assistindo filmes

Reconhecimento de firma: o que é e como é feito?

Saiba como cadastrar o Google Pay no aplicativo Nubank

O SCR é igual ao SPC/Serasa e Cadastro Positivo?

Nubank: saiba como gerar o boleto do cartão de crédito no site