Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

A melhor forma de utilizar o dinheiro da restituição do IR 2021

Por Sabrina VansellaPublicado em

A cada ano, mais de 31 milhões de brasileiros passam pela declaração do Imposto de Renda para pessoa física. A declaração (IRPF), que era para ter sido entregue em abril, acabou sendo prorrogada até o dia 31 de maio de 2020 em decorrência da pandemia. 

Após a entrega da declaração, algumas pessoas acabam recebendo a restituição do IR. Basicamente, podemos dizer que esse é o termo utilizado para nomear o que foi pago em uma quantidade maior do que deveria e será devolvido. Com esse dinheiro que, na maioria das vezes é inesperado ao contribuinte, a vontade de gastar sem o devido planejamento chega como uma tentação.

Sair para um restaurante, comprar algo supérfluo ou sem necessidade e até mesmo pedir um delivery que estava sendo adiado, são opções que muitos consideram sem ao menos ter um plano. Para te ajudar neste momento, iremos compartilhar algumas sugestões que podem ser de maior proveito para sua saúde financeira. 

Pague as contas 

Não adianta adquirir um novo gasto se algumas contas estão pendentes. É realmente difícil abdicar de uma parte do seu dinheiro, essa é a melhor forma de garantir uma vida financeira tranquila e sem tarifas altas decorrentes de juros. 

Quanto antes chegar a hora de resolver suas pendências financeiras, melhor. Afinal, se você está devendo uma quantia que foi emprestada do banco, loja ou uma empresa, evitar os juros retroativos e o uso do cheque especial é essencial. 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Fundo de emergência 

Se você ainda não reserva parte do seu dinheiro para o fundo de emergência, deveria começar a considerar isso. Imprevistos acontecem, e se você passar por alguma situação de emergência, essa grana reservada pode ser crucial para te ajudar. 

Não negligenciar a reserva de emergência é importante desde o início, independente do cargo que você ocupa na empresa. Ela é a principal forma de não cair em dívidas ainda maiores em momentos delicados como um acidente, alguma doença ou até mesmo, o desemprego.

Divirta-se

Se você não tem dívidas e já possui uma reserva de emergência, então a melhor maneira de aproveitar essa renda inesperada é se divertindo! Não deve existir culpa em aproveitar o dinheiro com algo que seja de seu interesse e da sua família. 

Compre um objeto que sempre desejou, comemore uma data ou faça uma viagem. O dinheiro pode sim trazer muita felicidade à sua vida. Ser uma pessoa financeiramente equilibrada fornece benefícios que faz toda a diferença! A vida não se resume a apenas pagar contas, temos que saber viver. 

Gosto deste conteúdo? 

Não esqueça de deixar seu "curtir" se gostou das nossas dicas. Até em breve! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça 5 aplicativos que enviam dinheiro para o exterior

Quais mudanças o Open Banking traz para a nossa vida financeira?

BRL: entenda o que essa sigla significa na sua fatura do cartão

Corte 17 despesas mensais que podem se transformar em renda extra

Aplicativos para aumentar score de crédito: verdade ou mito?

Tag Itaú de passe livre em pedágios e estacionamentos: conheça e veja como solicitar

Pagar passagem de ônibus com cartão de débito ou crédito: veja como

Prêmio de 1,5 milhão do BBB: saiba quanto rende na poupança e em outros investimentos