Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Acordo no cartão de crédito: guia completo

Por Thais SouzaPublicado em

O cartão de crédito é um dos principais vilões quando o assunto é endividamento. A falta de planejamento e mau uso podem resultar na perda de controle dos gastos na fatura, por isso pode ser necessário recorrer a um acordo para conseguir pagá-la. 

Apesar de ser um serviço muito comum, que é oferecido por todos os bancos, muitas pessoas ainda têm dúvidas em relação ao acordo no cartão de crédito, como é feito, se é possível voltar a utilizar o cartão depois da negociação, o que ocorre quando o acordo é quebrado, dentre outras questões.

Pensando nisso, separamos este guia completo para esclarecer tudo para você! 

Acordo no cartão de crédito: o que é? 

O acordo do cartão de crédito é um serviço oferecido pelos bancos e instituições financeiras de modo que o cliente pode fazer o parcelamento da fatura caso não consiga arcar com o valor total. 

A negociação é feita entre o cliente e o emissor do cartão de crédito. Por meio do acordo é possível pagar a fatura com um novo valor, prazo e taxa. 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Vale lembrar que a quantidade de parcelas, as taxas de juros e outras condições de pagamento variam de acordo com cada instituição financeira. Normalmente elas oferecem opção de 12x ou 24x.

É possível continuar usando o cartão depois de fazer acordo?

Sim, mesmo depois de fazer um acordo você poderá utilizar o seu cartão de crédito normalmente. Porém, isso vai depender do limite disponível. 

Se você utilizou 100% do limite do seu cartão e fez um acordo parcelado, só poderá utilizá-lo após o pagamento da primeira parcela do acordo, que é quando o seu limite será liberado, de acordo com o valor pago. Ou seja, conforme você pague as parcelas estipuladas, é possível que parte do limite de crédito seja liberado gradativamente.

E se eu quebrar o acordo do cartão de crédito?

Quando você fecha uma renegociação de fatura e fica em atraso, o banco ou instituição financeira declara quebra de acordo e ele perde sua validade. Portanto, todas as condições que foram estabelecidas também são perdidas.

Isso quer dizer que o banco pode voltar a fazer cobranças e se o atraso persistir seu nome poderá ser negativado nos órgãos de proteção ao crédito (Boa Vista, Serasa e outros). Essa situação irá gerar diversos problemas, principalmente no acesso a crédito. 

Uma vez que você fez um acordo, não será possível revertê-lo. Portanto é preciso analisar com atenção as condições oferecidas pelo seu banco para evitar que você quebre o acordo no futuro. 

Como fazer um acordo no cartão de crédito?

Atualmente, fazer um acordo no cartão de crédito é ainda mais fácil. A maioria dos bancos e instituições financeiras oferecem a opção de renegociação por meio do aplicativo do produto financeiro. 

Assim, é possível simular o acordo, verificar quais serão os juros da operação e contratar sem precisar entrar em contato com um atendente ou ir presencialmente na agência bancária. Se mesmo assim você preferir falar com alguém, ligue para o telefone que fica localizado na parte de trás do seu cartão.

Abaixo separamos como fazer acordo no cartão de crédito dos principais bancos do país, tanto digitais como tradicionais. 

Santander

O Santander permite que seus clientes parcelem a fatura em até 24 vezes fixas. É possível realizar até quatro parcelamentos. 

  • Por meio do aplicativo Santander Way (Android ou iOS). Vá em "Fatura" e clique em "Parcelar";
  • Pelo chat do site.

Itaú 

  • Pelo App Itaucard (Android e iOS): basta tocar na opção "Parcelamento de fatura" > "Parcelar fatura";
  • App Itaú no celular (Android e iOS): é só tocar em "Cartões" > "Parcelamento da fatura" > "Parcelar fatura";
  • Pela central de atendimento para cartões: 3003 3030 (para regiões metropolitanas) ou 0800 720 3030 (para demais localidades).

Banco do Brasil

  1. Abra o App do Banco do Brasil (Android e iOS); 
  2. No menu, entre na opção "Cartão" e acesse sua fatura; 
  3. Escolha o cartão que deseja parcelar a fatura, confira as condições e clique em "Continuar"; 
  4. Digite sua senha de seis dígitos para confirmar o parcelamento e pronto! 

Nubank 

  1. Abra o App Nubank (Android e iOS) e vá até a aba do cartão de crédito;
  2. Toque em "Ver opções" e escolha "Parcelar saldo";
  3. Insira o valor que você pode dar de entrada, defina a quantidade de parcelas e a data da primeira parcela;
  4. Confira as informações e toque em "Finalizar acordo" para gerar o boleto de pagamento da entrada.

Neon 

Para pagar suas dívidas do cartão de crédito Neon pelo aplicativo, basta seguir o passo a passo:

  1. Entre no App Neon (Android iOS);
  2. Acesse a aba "Crédito";
  3. Clique em "Negociar dívida";
  4. Escolha a opção de "Pagar parcelado";
  5. Agora, insira um valor de entrada e selecione em escolha o número de parcelas para quitar sua dívida;
  6. Por fim, clique em "Aceitar proposta".

Banco Inter

  1. Acesse a aba "Cartões" no App do Banco Inter (Android e iOS);
  2. Selecione a fatura fechada, clique em "Pagar Fatura" e depois em "Parcelar Fatura";
  3. É só pagar o valor igual ao do parcelamento escolhido e pronto! O parcelamento foi aderido.

O que é melhor: pagar o mínimo ou parcelar a fatura do cartão?

Uma dúvida muito comum das pessoas que querem fazer um acordo é: o que é mais vantajoso? Parcelar a fatura ou pagar o mínimo? 

Existe a possibilidade de pagamento de um valor considerado "mínimo" pelo emissor do cartão de crédito e esse valor vai depender do total de gastos no mês. Neste caso, a parte que você não pagar será transferida para o próximo mês, com juros do crédito rotativo.

Apesar de parecer uma boa opção, ao pagar o mínimo, além de arcar com os juros, no mês seguinte você terá que pagar o valor que restou da fatura negociada + as parcelas que você possui em aberto (se for o caso). Sem um planejamento, o pagamento mínimo pode te endividar.

Exemplo: digamos que sua fatura do mês de janeiro ficou em R$ 1 mil e você decide pagar o valor mínimo, que neste exemplo seria de R$ 200. Dessa forma, na fatura de fevereiro você terá que pagar os R$ 800 que restou + os juros. Se você tiver gastos em aberto para fevereiro, como compras parceladas, também terá que adicionar o valor nesta conta. 

Já o parcelamento é uma opção mais vantajosa visto que os juros são menores e você terá mais prazo para pagamento, com parcelas de valores menores. Entretanto, é importante ressaltar que quanto mais parcelas você fizer o acordo, maiores serão os juros. 

Dicas para fazer um acordo no cartão de crédito

1. Faça um planejamento para saber quanto pode pagar

Um dos principais erros das pessoas que quebram acordos é aceitar qualquer proposta sem fazer um planejamento financeiro

Quando você se planeja, fica mais fácil entender quanto você poderá pagar por mês com um acordo no cartão de crédito e não corre o risco de não conseguir arcar com as parcelas no futuro. O ideal é que as parcelas do acordo não ultrapassem 30% da sua renda mensal. 

2. Verifique a possibilidade de dar uma entrada 

Muitos bancos oferecem a opção de dar uma entrada no acordo do cartão de crédito. Assim, você paga o valor que pode e faz o parcelamento do restante. Essa é uma boa opção pois diminui o valor das parcelas. 

3. Veja se a proposta é vantajosa para ambos

Um acordo deve ser vantajoso tanto para o banco como para o cliente. Não é porque você está com a fatura em atraso que vai aceitar qualquer proposta. 

Verifique se os juros aplicados estão de acordo com o que você pode pagar e sempre ofereça uma contraproposta. Neste caso, ligue diretamente para um atendente ou vá até o banco presencialmente para negociar. 

Descomplicamos?

Este guia completo faz parte da missão da Foregon de descomplicar conteúdos relacionados à finanças para proporcionar uma vida financeira mais saudável para nossos leitores. Aproveite e leia também:

Uma boa leitura e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Cartão de crédito PJ: como escolher a melhor opção?

Comparativo: PicPay Card ou cartão de crédito Nubank?

Compra no cartão de crédito: quanto tempo demora para ser aprovada?

Cartão Itaucard Click Platinum com pontuação em reais vale a pena?

Cartão de crédito: saiba como criar uma senha forte e segura

Como aumentar o limite do cartão de crédito do Banco Inter?

Cartão de crédito: como cobrar de forma recorrente

4 estratégias para pagar dívidas do cartão de crédito