Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Antecipação do 13º salário deve ser paga em maio e junho, diz governo

Por Thais SouzaPublicado em

O Ministério da Economia informou na última quarta-feira (28), por meio do secretário especial Bruno Bianco, que a antecipação do 13º salário dos aposentados e pensionistas será paga nos meses de maio e junho de 2021. Continue a leitura para conferir todos os detalhes. 

Antecipação do 13º salário deve ser paga em maio e junho

A antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas é uma medida adotada pelo governo para o enfrentamento dos reflexos da pandemia do Covid-19. Trata-se de uma ação que vai antecipar a data do pagamento do benefício, que normalmente é liberado no final de cada ano. 

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco, informou que essa antecipação será paga em duas parcelas, a primeira está prevista para o mês de maio e a segunda para junho.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

De acordo com o secretário especial, o valor aprovado no orçamento 2021 para repasse na antecipação do 13º salário é de R$ 56 bilhões. Esses valores serão pagos a 31 milhões de pessoas que têm direito à antecipação.

"A data ainda está pendente, mas tudo indica que será nos dois meses subsequentes. Trata-se de um montante significativo de dinheiro, de cerca de R$ 56 bilhões para aproximadamente 31 milhões de aposentados e pensionistas. É um movimento não trivial, mas que entendemos necessário", afirmou Bianco.

O governo já havia feito o anúncio da antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas, mas confirmação só chegou no dia 28 de abril, por conta do atraso na aprovação do Orçamento 2021.

A antecipação do 13º salário também foi feita em 2020. No ano passado, o pagamento também foi realizado em duas parcelas, a primeira junto com a aposentadoria de abril e a segunda com a de maio.

Renovação de outros programas 

No comunicado, o secretário disse ainda que o governo vai retomar o programa de crédito para micro e pequenas empresas, Pronampe. Para esse programa serão destinados de R$ 5 a R$ 6 bilhões em 2021. O Pronampe é uma medida que financia pequenos negócios com juros baixos e regras simplificadas.

Além disso, o programa emergencial de manutenção do emprego e da renda também foi renovado este ano. Para esta medida serão destinados R$ 7 bilhões do orçamento 2021.

Leia também

No blog da Foregon você confere notícias em primeira mão e fica por dentro de várias assuntos relacionados ao universo financeiro. Aproveite e leia também:

Deixe seu comentário caso tenha ficado com alguma dúvida e até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Marketing digital: House Academy lança curso gratuito

Aneel suspende corte de luz de famílias de baixa renda até setembro; entenda

Zoom: compre produtos na plataforma e ganhe até 7% de cashback

Banco digital: Volkswagen conta com nova modalidade voltada a caminhoneiros

Banco Central pretende lançar sistema que facilita devolução de dinheiro

INSS: prova de vida volta a ser obrigatória; confira os prazos

Confira 21 opções de sites de emprego para quem está em busca de uma vaga

Crédito: Serasa muda cálculo do score; confira como fica