Foregon.comConteúdos

Conheça as atividades permitidas pelo MEI em 2019

Por Jennifer FigueiredoPublicado em
Compartilhe

Um Microempreendedor Individual (MEI) é um empresário autônomo que quando formalizado, passa a ter CNPJ e benefícios na previdência. Em 2019, o faturamento anual de um MEI chegou a R$81 mil no Simples Nacional.

Após a formalização, o empresário poderá participar de licitações públicas e ter acesso a créditos bancários. É possível ainda contratar um funcionário para sua microempresa.

Cadastro MEI

Para fazer a formalização, é preciso acessar o Portal do Empreendedor e ter o CPF em mãos para iniciar o procedimento.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Veja como criar seu cadastro aqui.

Demais informações como o CEP do local que o cadastrado mora, onde será a empresa e um número para contato também serão necessários.

Atividades permitidas ao microempreendedor

Para exercer sua profissão, o MEI pode cadastrar até 16 atividades diferentes no CNPJ MEI, uma como atividade principal e outras 15 secundárias. Para esclarecer melhor quais delas são regulamentadas, há uma lista com 466 opções de atuação para 2019.

Essas atividades são divididas por setores: serviços, comércio e indústria. Você verá na tabela logo abaixo a sigla CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas), que serve para definir e padronizar as atividades econômicas do país. Cada uma possui um número de CNAE específico.

Conheça os setores

  • Prestação de Serviços: este modelo de atuação conta com o prestador, ou seja, quem oferece a mão de obra em troca de um pagamento e aquele que recebe a prestação de serviço. Vale lembrar que a principal característica desta área é o aluguel da mão de obra física ou intelectual do prestador.
  • Atividades de comércio: são atividades que incluem a venda de alimentos, materiais de decoração, acessórios, roupas e até mesmo produtos de beleza. Para esses e outros profissionais, o MEI é uma ótima oportunidade para sair da informalidade.
  • Atividades industriais: são os que exercem funções de artesão ou fabricante de alimentos, eletrônicos, roupas, produtos de limpeza e mobiliário, etc. Lembre-se que é possível cadastrar até 15 atividades secundárias, diante da ampla lista de funções.

A lista completa das atividades que podem ser escolhidas, você pode encontrar no Portal do Empreendedor – MEI, acessando aqui.

Investimento

Abrir um negócio requer muito esforço por parte do empreendedor, isso porque exige um alto investimento logo no começo. Mas você sabia que existem opções de empréstimos e até crédito especial para pequenos empresários? Saiba mais sobre o assunto neste artigo.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais

Jennifer Figueiredo

Graduanda em Jornalismo pela Universidade do Oeste Paulista e Redatora na Foregon, gosta de falar sobre os produtos financeiros que oferecem as melhores vantagens. Nas horas vagas, procura a companhia de amigos para descontrair.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Dicas financeiras

    SafraWallet: conheça as vantagens

  • Dicas financeiras

    O que é o Radar Pessoal?

  • Dicas financeiras

    Qual o prazo para sacar o FGTS após demissão?

  • Dicas financeiras

    Como parcelar boleto com cartão de crédito?

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras