Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Autoescola pode deixar de ser obrigatória para tirar CNH

Por Thais SouzaPublicado em

Muitas pessoas acabam deixando de tirar a CNH por conta do valor cobrado. Atualmente, o valor fica entre R$ 2.500 e R$ 3 mil. Porém, graças a um projeto de lei, fazer autoescola para tirar habilitação pode deixar de ser obrigatório. Continue a leitura do artigo para entender melhor.

Autoescola para tirar CNH pode se tornar facultativa 

A boa notícia para os futuros motoristas é que está em trâmite na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei (PL) 4.474/2020 que propõe que a frequência em autoescola, desde aulas teóricas até aulas práticas, deixem de ser obrigatórias no processo de emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O texto, se aprovado, irá alterar o Código de Trânsito Brasileiro.

O autor do projeto é o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). Segundo ele, o objetivo da medida é tornar o processo de obtenção da CNH menos burocrático e custoso. "O projeto permite que a instrução a futuros condutores possa ser feita de forma privada, sem necessidade de o candidato frequentar uma autoescola", afirma o deputado.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

CNH sem autoescola: como vai funcionar?

O texto diz que para os exames escritos, que inclui a legislação de trânsito e primeiros socorros, o órgão de trânsito deverá fornecer material de estudo gratuito para o aluno. 

A ideia é que o programa alcance todo o território nacional. Sendo assim, o projeto de lei esclarece que todas as etapas de emissão da CNH serão gratuitas, desde os exames obrigatórios.

Os exames práticos de direção poderão ser feitos por um  instrutor independente, credenciado junto aos órgãos de trânsito. A regra é que o instrutor deverá possuir habilitação na categoria pretendida pelo candidato por no mínimo cinco anos. Além disso, deverá seguir os seguintes requisitos? 

  • Não ter sido penalizado nos últimos cinco anos com suspensão ou cassação do direito de dirigir;
  • Não ter nenhum processo em andamento para as penalidades acima; 
  • Não ter sido condenado ou estar sendo processado por crime de trânsito.

A proposta está tramitando na Câmara dos Deputados. No total, mais de 200 projetos que alteram o Código de Trânsito Brasileiro estão em trâmite.

Enfim, gostou do artigo? 

Conta para a gente o que você acha da proposta do projeto de lei. Caso tenha restado alguma dúvida, deixe seu comentário que a gente descomplica para você. 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Méliuz: novo cartão deve ser lançado em janeiro 2022

Vivo oferece vagas de emprego presencial e home office; confira

Banco BV oferece novas funcionalidades através do teclado do celular: entenda

Nubank permitirá compra e venda de ações direto no aplicativo: saiba mais

PIS/Pasep 2022: veja quais são os valores previstos

Vale-gás: o valor pode cair somente R$ 1,36 para beneficiados

Auxílio Brasil poderá provocar impactos na economia

C6 Bank lança cartão Rainbow para arrecadar doações para instituições LGBTQIA+