Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Auxílio Emergencial 2021: o benefício vai ser prorrogado?

Por Camila SilveiraPublicado em

O Auxílio Emergencial, criado em 2020 com o propósito de atenuar a crise econômica causada pela pandemia da Covid-19, foi prorrogado até julho de 2021, com valores que variam entre R$ 150 e R$ 375. Mas, afinal, há chances do benefício ser prorrogado mais uma vez? Continue a leitura e esclareça as suas dúvidas.

Auxílio Emergencial 2021: o benefício vai ser prorrogado?

Com a aproximação do pagamento da quarta e última parcela e o ritmo lento da vacinação, que obriga diversos estabelecimentos a adotarem medidas restritivas, o Governo Federal estuda a possibilidade de prorrogar o auxílio este ano.

Aliás, já existem algumas especulações sobre essa prorrogação: enquanto uns dizem que o benefício será pago até dezembro de 2021, outros afirmam que será por mais dois meses. Mas, afinal, quantas parcelas de fato o governo pretende liberar?

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

De acordo com uma apuração realizada pelo jornal O Globo, o Governo Federal pretende prorrogar o Auxílio Emergencial por mais quatro meses, ou seja, até novembro de 2021. Dessa forma, haverá mais tempo para o novo formato do Bolsa Família ser reestruturado.

No estado de São Paulo, o Governo Federal já está preparando uma nova Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para viabilizar novas parcelas do atual benefício que vem sendo pago.

Qual será o valor do benefício?

De acordo com o governo, a prorrogação do Auxílio Emergencial diz respeito ao atual formato do benefício, com parcelas entre R$ 150 e R$ 375, no qual o valor é pago de acordo com a composição familiar dos beneficiários. Isso significa, portanto, que os valores continuarão sendo os mesmos.

Guedes se posiciona

Segundo o ministro da economia, Paulo Guedes, o fator determinante para a renovação do programa emergencial está diretamente ligada ao avanço da vacinação. É necessário que o programa de imunização atinja níveis suficientes para a maior parte da população brasileira, para que o benefício financeiro não precise ser prorrogado mais uma vez.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Tudo o que já se sabe sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro

Auxílio Emergencial: saque liberado para trabalhadores nascidos em outubro

4 países da Europa reabrem para turismo: veja as regras para entrada de brasileiros

Liberado novo saque da 4ª parcela do Auxílio Emergencial: veja como sacar