Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Por Camila SilveiraPublicado em

O Ministério da Cidadania notificou, nesta semana, 627 mil pessoas para devolver voluntariamente  os recursos recebidos por meio do Auxílio Emergencial, programa de renda social que auxilia pessoas em situação de vulnerabilidade, afetadas pela pandemia do coronavírus.

As mensagens de celular, tipo SMS, estão sendo enviadas desde segunda-feira (4) pelos números 28041 ou 28042

"Qualquer SMS enviado de números diferentes desses, com este intuito, deve ser desconsiderado", alertou o ministério.

Segundo a pasta, as mensagens estão sendo enviadas para os trabalhadores que receberam o Auxílio de forma indevida, porque não se enquadram nos critérios de elegibilidade do programa.

Esse é o segundo lote de mensagens no ano de 2021. De acordo com o ministério, após o envio do primeiro lote de SMS, em agosto, foram devolvidos aos cofres públicos aproximadamente R$ 40,6 milhões.

As restituições foram realizadas por meio do pagamento de DARF em aberto e pela geração e pagamento de guias de recolhimento da União (GRU).

Entre as pessoas que não estão enquadradas nos requisitos estão aquelas que receberam um segundo benefício assistencial do Governo Federal, como: aposentadoria, seguro-desemprego ou Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm).

O grupo também inclui os que tinham vínculo empregatício na data do requerimento do Auxílio Emergencial e os que tinham renda incompatível com o recebimento do benefício, entre outros casos.

As mensagens contêm o registro do CPF do indivíduo ou NIS, no caso dos beneficiários do Bolsa Família. Além disso, haverá um link para a regularização da situação, iniciado com gov.br.

Como devolver o Auxílio Emergencial?

Todas as pessoas que forem notificadas deverão efetuar o pagamento do DARF ou acessar o endereço gov.br/dirpf21ae para denunciar fraude, se for o caso.

Quem não tem DARF em aberto, mas tem valores a devolver, deverá acessar o site gov.br/devolucaoae e inserir o CPF do beneficiário.

Em seguida, será emitida uma GRU, e o cidadão poderá fazer o pagamento nos canais de atendimento do Banco do Brasil ou em outros bancos, caso escolha essa opção ao solicitar a emissão da GRU no sistema.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

14º salário: entenda como funciona e quem tem direito ao benefício

Auxílio Brasil: como saber se você tem direito ao benefício?

Tudo o que já se sabe sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro

Auxílio Emergencial: saque liberado para trabalhadores nascidos em outubro