Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Por Camila SilveiraPublicado em

O Governo Federal deve notificar aproximadamente 650 mil pessoas que receberam o Auxílio Emergencial para devolver o benefício à União. De acordo com o Ministério da Cidadania, essas pessoas são trabalhadores pertencentes ao grupo que se cadastrou via meios digitais para receber o auxílio durante a pandemia da Covid-19.

"São trabalhadores que ao declarar o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) geraram DARF para restituição de parcelas do Auxílio Emergencial, mas que ainda não efetuaram o pagamento, ou que receberam recursos de forma indevida por não se enquadrarem nos critérios de elegibilidade do programa", disse Ronaldo Navarro, secretário de Avaliação e Gestão da Informação (Sagi) do Ministério da Cidadania.

Quem terá que devolver o Auxílio Emergencial?

Serão notificadas, também, pessoas que tinham algum vínculo empregatício na época ou que já recebiam outro benefício do governo como, por exemplo, aposentadoria, seguro-desemprego ou que aderiram ao Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda.

Quem tinha renda incompatível com os critérios do Auxílio Emergencial também está sendo notificado pelo governo.

O aviso será enviado em forma de mensagem por SMS, contendo o CPF do beneficiário e o link iniciado com "gov.br".

Os números que enviarão as notificações são 28041 ou 28042, portanto, tome cuidado caso você receba alguma mensagem neste sentido de números diferentes. Na própria mensagem já consta o link para fazer a regularização da situação.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Se você receber a notificação, saiba que é possível fazer a restituição pelo site Ministério da Fazenda.

Ao acessar a plataforma, informe o seu CPF e emita o Guia de Recolhimento da União (GRU). Esse documento pode ser pago no Banco do Brasil ou no site https://devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br/devolucao.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas sobre o assunto ou sugestões para a nossa plataforma, deixe o seu comentário aqui embaixo para nós. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Auxílio Emergencial 2022: benefício será liberado para algumas pessoas

14º salário: entenda como funciona e quem tem direito ao benefício

Auxílio Brasil: como saber se você tem direito ao benefício?

Tudo o que já se sabe sobre o Auxílio Brasil

Auxílio Emergencial: 627 mil pessoas são notificadas para devolver o benefício

Auxílio Emergencial: pagamento liberado para nascidos em abril

Auxílio Emergencial: 650 mil pessoas terão de devolver o benefício

Confira o calendário das novas parcelas do Auxílio Emergencial até outubro