Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Banco Central lança ferramenta de consulta de dados sobre operações de crédito

Por Thais SouzaPublicado em

Com o objetivo de oferecer informações relevantes sobre a dinâmica do mercado de crédito no país para os participantes deste setor, o Banco Central lançou uma nova ferramenta que permite o acesso de dados do Sistema de Informações de Créditos (SCR) agrupados em diferentes dimensões. Continue a leitura para entender todos os detalhes.

Banco Central lança ferramenta de consulta de dados

A nova página lançada pelo Banco Central é o Painel de Operações de Crédito, o SCR.data. Trata-se de uma plataforma dentro do site que além de permitir o acesso de dados do SCR agrupados em diferentes dimensões, também apresenta essas informações de forma dinâmica, através gráficos. 

O SCR é um banco de dados que armazena informações sobre títulos e créditos junto às instituições financeiras. Esse sistema permite que Pessoas Físicas e Jurídicas consultem informações como: limite de crédito para empréstimos, financiamentos ou avais realizados entre as instituições financeiras e seus clientes.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Com a nova ferramenta do Banco Central essa consulta vai ficar mais simples e selecionada, já que as informações serão agrupadas em diferentes dimensões. Será possível visualizar: 

  • Dados sobre a evolução da carteira de crédito;
  • Inadimplências;
  • Modalidades de crédito;
  • Unidade da federação;
  • Origem de recursos;
  • Indexador das operações.

Além disso, será possível filtrar os dados de acordo com a natureza de ocupação de uma pessoa ou de empresas, através da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). Para Pessoas Jurídicas, a plataforma também apresenta o porte da empresa.

De acordo com o Banco Central, em nota, "Essa iniciativa busca fornecer aos participantes de mercado, à academia, à imprensa e à sociedade em geral, informações relevantes sobre a dinâmica do crédito nas suas mais variadas dimensões, alinhada com a transparência e com o princípio da Lei de Acesso à Informação".

Informações que podem ser registradas no SCR 

As informações presentes no sistema de dados do SR são geridas pelo Banco Central e alimentadas mensalmente pelas instituições financeiras do país. Confira quais dados podem ser registrados:

  • Empréstimos e financiamentos;
  • Adiantamentos;
  • Operações de arrendamento mercantil;
  • Coobrigações e garantias prestadas;
  • Compromissos de crédito não canceláveis;
  • Operações baixadas como prejuízo e créditos contratados com recursos a liberar;
  • Demais operações que impliquem risco de crédito;
  • Operações com instrumentos de pagamento pós-pagos; 
  • Outras operações ou contratos com características de crédito reconhecidas pelo BC.

Leia também

No blog da Foregon você pode saber mais sobre o Sistema de Informações de Créditos (SCR) do Banco Central. Aproveite e leia também:

Se ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário que a gente descomplica para você. Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

PayKey: fintech chega ao Brasil como uma alternativa ao WhatsApp Pay

Caixa Econômica lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

C6 Bank abre 500 vagas de emprego em diversas áreas

Covid-19: Câmara aprova isenção de Imposto de Renda para pessoas com sequelas da doença

Facebook renova linha Portal, o novo dispositivo de videochamada

Nubank permitirá que seus clientes tenham mais de um cartão virtual

Open banking: BC define dados que precisam ser detalhados na fase 4

Gás de cozinha: fogão a lenha volta a ser mais usado por brasileiros