Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Banco Central pretende lançar moeda digital até 2022

Por Thais SouzaPublicado em

Com o objetivo de estimular o uso do dinheiro virtual e impulsionar aplicações em ativos digitais, o Banco Central quer lançar a sua própria moeda digital e já está trabalhando na produção de um relatório detalhado, que prevê o lançamento para 2022. Continue a leitura para conferir todos os detalhes. 

Banco Central pretende lançar moeda digital em 2022

A Folha de São Paulo anunciou recentemente que o Banco Central do Brasil está desenvolvendo um relatório detalhado com alternativas para lançar uma moeda virtual oficial da autoridade monetária até 2022. 

As criptomoedas são moedas digitais descentralizadas que só existem na internet. Seu sistema é protegido através de avançadas tecnologias de criptografia que protegem as transações, suas informações e os dados do usuário. A moeda digital mais conhecida no mundo atualmente é o bitcoin.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

De acordo com especialistas no assunto, a expectativa é que a nova moeda digital oficial do Banco Central dê ainda mais credibilidade para essas modalidades de dinheiro. 

Apesar do anúncio recente, o projeto está em pauta desde o ano passado. De acordo com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em um evento do Banco da Espanha, os estudos em relação à moeda avançaram bastante e os brasileiros receberão novidades em breve.

Real digital: quais as vantagens?

O objetivo da criação de uma moeda digital brasileira é que ela represente o Real, mas que tenha ainda mais vantagens, já que pode ser negociada no mundo virtual. A expectativa é que a novidade ajudará no processo de recuperação econômica pós-pandemia, aumentando as possibilidades de comércio online.

Além disso, a chegada da moeda pode impulsionar a confiança dos investidores nesse tipo de investimento virtual. Segundo o especialista em criptomoedas, Tasso Lago, em entrevista à Folhapress, "Antes, as pessoas tinham medo, o que é normal, era desconhecido. Agora não dá mais para ignorar esse mercado. Se o BC cria a própria moeda digital, é uma chancela de que aquilo é bom e seguro", comenta. 

O Banco Central segue trabalhando na produção de um relatório que apresenta os impactos, benefícios e custos da moeda digital, que já prevê a implementação do dinheiro virtual até 2022. Após ter acesso ao relatório finalizado, a diretoria colegiada do BC tomará a decisão de prosseguir ou não com o projeto.

Se for implementada, a moeda digital do BC vai ser uma nova forma de representação do papel-moeda já emitido no país e será incluída na base monetária do Brasil para ser assegurada e gerida pelo estado.

Leia também 

No blog da Foregon você fica por dentro de todas as novidades lançadas pelo Banco Central e pelo mercado financeiro. Aproveite e leia também:

Até a próxima! 

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Marketing digital: House Academy lança curso gratuito

Aneel suspende corte de luz de famílias de baixa renda até setembro; entenda

Zoom: compre produtos na plataforma e ganhe até 7% de cashback

Banco digital: Volkswagen conta com nova modalidade voltada a caminhoneiros

Banco Central pretende lançar sistema que facilita devolução de dinheiro

INSS: prova de vida volta a ser obrigatória; confira os prazos

Confira 21 opções de sites de emprego para quem está em busca de uma vaga

Crédito: Serasa muda cálculo do score; confira como fica