Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Banco Itaú também pretende dominar o WhatsApp Pagamentos

Por Camila SilveiraPublicado em

Nas últimas semanas, o WhatsApp Pagamentos foi liberado novamente no Brasil e com mais bancos parceiros do que antes.

Desta vez, as empresas Mercado Pago, Banco Inter, Bradesco, entre outras, estão participando, inclusive o Itaú, que está com o propósito de se tornar o líder nessa forma de transações. Nas carteiras digitais Samsung Pay, Apple Pay e Google Pay, ele já responde por maior parte do faturamento.

O diretor de pagamentos e negócios digitais do Itaú, Rubens Fogli, anunciou esse propósito em uma entrevista ao Tecnoblog. De acordo com ele, a finalidade é oferecer uma melhor experiência ao cliente e a estratégia é pensar no longo prazo.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

O diretor ainda cita o exemplo do Apple Pay: "os bancos brasileiros estavam hesitando em oferecer suporte; sabe-se que a Apple cobra uma taxa das instituições financeiras. O Itaú achou que deveria entrar nessa e fez o lançamento em 2018; dois anos depois, tivemos outra parceria entre as duas empresas, o programa iPhone pra Sempre".

Itaú é lider no Samsung, Google e Apple Pay

Atualmente, o banco Itaú é responsável por mais de 70% do faturamento das carteiras digitais da Samsung, Google e Apple. De todos os cartões cadastrados nesses produtos, 35% são do banco.

A quantidade de clientes do Itaú cadastrados nessas carteiras digitais triplicou de 2019 a 2021, indo de dois milhões para 6,5 milhões. Fogli observa que quando as pessoas cadastram o cartão nesse serviço, dificilmente retiram.

É importante esclarecer que mesmo os produtos gratuitos como a iConta e cartões de crédito sem anuidade podem usar carteiras como o Apple Pay. O diretor esclarece que o Itaú não enxerga isso como produtos separados e "quer todos os clientes na mesma jornada".

Para o executivo, a integração ao WhatsApp Pagamentos encerra um ciclo com um alcance maior que Google, Samsung e Apple. O aplicativo possui mais de 2 bilhões de usuários em todo o mundo e está presente em 98% dos celulares brasileiros.

O WhatsApp Pagamentos hoje só permite transações peer-to-peer (P2P), ou seja, de uma pessoa para outra. O próximo passo será comprar e vender produtos com pagamento pela plataforma. O diretor relata ao Tecnoblog que o banco já está tecnicamente pronto para implementar essa funcionalidade.

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse artigo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Marketing digital: House Academy lança curso gratuito

Aneel suspende corte de luz de famílias de baixa renda até setembro; entenda

Zoom: compre produtos na plataforma e ganhe até 7% de cashback

Banco digital: Volkswagen conta com nova modalidade voltada a caminhoneiros

Banco Central pretende lançar sistema que facilita devolução de dinheiro

INSS: prova de vida volta a ser obrigatória; confira os prazos

Confira 21 opções de sites de emprego para quem está em busca de uma vaga

Crédito: Serasa muda cálculo do score; confira como fica