Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

BC obriga bancos a usarem cotação do dólar do dia da compra

Por Janaína TavaresPublicado em

Desde março deste ano já está valendo uma nova norma do Banco Central do Brasil (BC), em que toda instituição financeira está obrigada a fornecer para o consumidor a cotação do dólar do dia da compra ou no fechamento da fatura do cartão de crédito. Veja todos os detalhes dessa medida no artigo.

Qual o objetivo dessa nova regra determinada pelo BC?

Tal medida, de informar a cotação do dólar do dia da compra ou no fechamento da fatura do cartão de crédito, tem como propósito oferecer mais previsibilidade e segurança aos consumidores que usam o cartão no exterior ou que fazem compras em sites estrangeiros. Com isso, você já terá noção de quanto precisará desembolsar em reais.

Como funcionava antes?

Basicamente, o preço do dólar utilizado era o da data de fechamento da fatura do cartão de crédito do cliente. 

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Portanto, essa ação permitia que você ficasse mais vulnerável em relação às variações do dólar, desde a data em que a compra foi feita, até o pagamento da fatura do cartão. 

O que deve aparecer na fatura agora?

  • Identificação da moeda estrangeira;
  • O valor dela;
  • O valor equivalente em dólar na data do gasto;
  • Taxa de conversão do dólar para reais na data da compra;
  • Valor em reais a ser pago pelo cliente;
  • Detalhes de cada gasto feito pelo cliente;
  • A data da aquisição.

Outro item que deverá ser cumprido pelos bancos e instituições financeiras é a obrigatoriedade de disponibilizar a taxa de conversão do dólar para o real utilizada no dia anterior, em todos os canais de atendimento ao cliente.

Dessa maneira, você consegue ter informações mais completas sobre as taxas de câmbio utilizadas pelos emissores no mercado.

Além disso, os bancos vão precisar publicar informações sobre o histórico das taxas de conversão. Para conhecer outros detalhes, basta acessar a Circular n°3918.

Observação: mesmo com essa nova regra, não se esqueça que você precisará pagar pelo Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF), tributo que incide nas compras no exterior com cartão de crédito e que possui alíquota de 6,38%.

Sugestões de leitura

Veja outros artigos da Foregon que preparamos para você:

Descomplicamos?

Diga pra gente, você que faz compra no exterior com frequência já sabia sobre essa nova regra que obriga bancos a usarem cotação do dólar do dia da compra? Acha que a medida será vantajosa? Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Black Friday 2021 Casas Bahia: veja como aproveitar as melhores ofertas

Como sair do vermelho em 5 simples passos

Quem conseguiu economizar na quarentena já pensa em viajar

Black Friday 2021 Magalu: como aproveitar as melhores ofertas

Quando começa a Black Friday 2021?

Black Friday 2021 Submarino: saiba como garantir as melhores promoções

Open Banking: 7 aspectos que podem impactar as Pequenas e Médias Empresas

Conheça os 10 carros mais econômicos do Brasil