Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

BC vai liberar estorno de dinheiro pelo Pix em caso de fraudes ou falhas

Por Thais SouzaPublicado em

Recentemente, o Banco Central anunciou algumas novidades que devem integrar o sistema de pagamentos instantâneos Pix ainda este ano. Uma delas é a possibilidade de estorno ágil de recursos pela instituição recebedora, em casos de suspeita de fraude ou falha operacional nos sistemas dos bancos. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto.

O Pix é 100% seguro?

O Pix começou a funcionar em novembro de 2020 e rapidamente se popularizou por conta da facilidade e rapidez. Trata-se de um sistema de pagamentos criado pelo Banco Central que permite os usuários realizarem transferências e pagamentos a qualquer dia e horário, inclusive em finais de semana e feriados. Os valores pagos ou transferidos caem na conta do destinatário em até dez segundos.

Porém, com toda essa facilidade, criminosos podem acabar se aproveitando para aplicar golpes. De forma geral, o Pix é seguro, mas algumas pessoas podem sofrer golpes de estelionatários que entram em contato com as vítimas para conseguir informações e, assim, utilizá-las para aplicar golpes através sistema de pagamentos. Os mais comuns são:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Golpe da clonagem do WhatsApp: os criminosos clonam a conta do WhatsApp das vítimas e mandam mensagens para seus contatos pedindo dinheiro emprestado por transferência via Pix;
  • Golpe do perfil falso no WhatsApp: o golpista escolhe uma vítima, pega a foto dela e insere no WhatsApp de um número qualquer e descobre os contatos dessa pessoa através das redes sociais. A partir daí ele manda mensagens falando que trocou de número e pedindo dinheiro emprestado pelo Pix;
  • Golpe das falsas centrais de atendimento: o golpista entra em contato com a vítima fingindo ser funcionário do banco em que ela é cliente. Então ele oferece ajuda para que o cliente cadastre a chave Pix ou diz que o usuário precisa fazer um teste para regularizar o cadastro, induzindo a vítima a fazer uma transferência.

Estorno no Pix em caso de fraudes ou falhas operacionais

Visto isso, o Banco Central divulgou que irá adicionar uma nova função ao Pix, que fará a devolução ágil do dinheiro do usuários em casos de falhas no sistema operacional do banco ou em casos de indícios de fraude. A previsão de lançamento dos estornos do Pix é para o quarto trimestre deste ano.

Uma outra medida que muitos bancos estão adotando é o ajuste do valor máximo de transações diárias para o Pix. Ou seja, o usuário pode diminuir os limites nos próprios aplicativos das instituições financeiras, assim não será possível realizar pagamentos e transferências que ultrapassem o limite diário estabelecido pelo consumidor. Já os aumentos precisam ser avaliados pelos bancos.

Leia também

No blog da Foregon você encontra conteúdos relacionados para se manter sempre bem informado em relação ao universo financeiro. Aproveite e leia também:

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pix: pagamento via WhatsApp é uma ameaça?

Confira o passo a passo de como agendar um Pix no Nubank

Pesquisa aponta que Pix é o 2º meio de pagamento preferido dos brasileiros

Confira 4 benefícios do Pix para e-commerces

Banco Central deve lançar o Cartão Pix para pagamentos offline

Pix: como gerar QR Code pelo aplicativo da Caixa

Golpe do Pix Agendado é falso; entenda

Pix: sistema pode ser utilizado para pagamento de impostos e tributos