Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Cadastro Positivo: principais dúvidas

Por Camila SilveiraPublicado em

O Cadastro Positivo nada mais é que um banco de dados, que reúne o histórico de tomada de crédito e pagamento dos consumidores. Ele pode ser consultado por comerciantes, prestadores de serviço ou bancos no momento em que o comprador quiser parcelar uma compra ou contratar um empréstimo ou financiamento. Confira as principais dúvidas sobre esse serviço!

Cadastro Positivo: principais dúvidas

1. Como ativar o meu Cadastro Positivo?

Todas as pessoas físicas e jurídicas financeiramente ativas, que se relacionam com o mercado de crédito, são incluídas automaticamente no Cadastro Positivo. Neste grupo, estão os consumidores que contratam empréstimos, financiamentos ou que realizam compras a prazo com cartão de crédito, por exemplo.

Sendo assim, não é necessário solicitar a ativação do Cadastro Positivo. Caso não encontre suas informações no banco de dados, peça para a empresa que você se relaciona financeiramente e envie seus históricos de pagamentos para o Serasa. Quando a empresa recebe suas informações, o seu Cadastro Positivo é atualizado.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

2. Como consulto o meu Cadastro Positivo?

O processo de consulta é muito simples: basta acessar o site do Cadastro Positivo, clicar em "Entrar" e inserir o seu CPF e senha (a mesma que você usa para acessar o Serasa). Feito isso, seu Cadastro aparecerá para a consulta. Para ver as informações detalhadamente, clique em "Ver meu relatório completo";

É possível, também, consultar as suas informações pelo correio. Veja a abaixo o tutorial e esclareça suas dúvidas:

  1. Preencha e assine o termo de Solicitação de consulta às informações positivas;
  2. Envie o termo para o Serasa com firma reconhecida, junto com as cópias autenticadas do seu CPF e RG, ou de um documento oficial que tenha foto e o número de ambos.

O endereço para o envio é Avenida Doutor Heitor José Reali, 360. Distrito Industrial Miguel Abdelnur, São Carlos – SP – CEP 13571-385.

Observação importante: se você encontrou alguma informação errada em seu relatório, solicite a revisão do Cadastro Positivo.

3. Quais informações podem constar no meu Cadastro Positivo?

  • Contratos;
  • Empréstimos pessoais;
  • Financiamentos;
  • Contas de consumo;
  • Crediários (número do contrato, valor contratado, quantidade de parcelas, valor de cada parcela, data de vencimento das prestações, vigência do contrato, entre outras informações).

4. O Cadastro Positivo pode ajudar no score de crédito?

Felizmente, sim! Com o Cadastro Positivo, todas as suas contas que você paga sem atraso podem ser consideradas.

Dessa forma, torna-se possível construir um excelente histórico de bom pagador. Além do mais, dependendo da política financeira da empresa, você pode conseguir taxas de juros atrativas no momento de solicitar crédito.

Quanto mais informações positivas você tiver, maiores são as chances de aumentar o seu score de crédito. Portanto, considere essencial pagar em dia todas as contas vinculadas a seu CPF, como:

  • Empréstimos pessoais;
  • Financiamentos de casa ou de veículo;
  • Cheque especial;
  • Cartão de crédito;
  • Entre outras.

Outras dicas para aumentar o seu score são: coloque suas contas no débito automático, mas confirme que terá o dinheiro na data para não cair no cheque especial, confirme com as empresas com as quais você tem relação financeira se elas estão enviando seus hábitos de pagamento para o Cadastro Positivo e use o crédito com responsabilidade.

5. Uma conta em atraso pode aparecer no meu Cadastro Positivo?

Sim, uma conta em atraso pode aparecer. Isso porque o Cadastro Positivo considera tanto as contas pagas até a data de vencimento quanto as faturas em atraso. Por isso é fundamental manter todos os pagamentos em dia.

6. Quanto tempo demora para alterar o score com os dados positivos?

As alterações no seu score de crédito podem variar de acordo com a quantidade de informações recebidas, da relevância em relação aos dados já existentes, da probabilidade de inadimplência, entre outros fatores. De toda maneira, é importante se atentar às informações que estão sendo contabilizadas em seu score de crédito. 

7. Quais as vantagens do Cadastro Positivo?

Antes desse serviço existir, a maioria das empresas levava em conta apenas a inadimplência em suas análises de crédito. Melhor dizendo, somente as contas atrasadas eram consideradas. Isso elevava o risco de crédito e tornava o acesso ao crédito muito mais exclusivo. 

Com o Cadastro Positivo, as empresas agora podem avaliar o perfil do consumidor de uma forma justa e completa e, como resultado, torna as condições de aquisição muito mais fáceis.

Por exemplo: se você tem uma parcela de um empréstimo em atraso, mas possui contas pagas em dia em seu histórico positivo, essas informações serão consideradas pelo mercado no momento de avaliar o seu perfil.

8. Como solicito a exclusão do meu nome no Cadastro Positivo?

  1. Acesse o site do Cadastro Positivo;
  2. Clique em "Entrar" e preencha os campos com seu CPF e senha;
  3. Selecione a opção "Cancelar Cadastro Positivo" no canto direito inferior da tela;
  4. Confira seus dados no termo do cancelamento;
  5. Em seguida, marque a opção "Li e concordo com o Termo de Cancelamento";
  6. Por fim, clique em "Concluir".

Lembre-se: após desativar o seu cadastro, as empresas voltarão a avaliar apenas as suas informações negativas, ou seja, as contas que você deixou de pagar, que estão em atraso, trazendo consequências como:

  • Acesso mais difícil a empréstimos, financiamentos ou compras parceladas;
  • Aumento da taxa de juros dessas operações financeiras.

9. Como solicitar a reabertura do Cadastro Positivo?

Se você excluiu o seu cadastro, mas deseja solicitar a reabertura, saiba que é possível realizar esse procedimento de forma online ou pelo correio. Feito isso, o processo é concluído em até dois dias úteis e compartilhado com todos os demais gestores de bancos de dados.

Fique atento: em caso de reabertura pelo correio, deve-se contar o prazo a partir do recebimento da correspondência.

Online

Ao acessar o site do Cadastro Positivo, você entrará na área logada e terá todas as informações de como realizar a abertura

Correio

Envie para a Serasa o Termo de Reabertura com firma reconhecida e cópias autenticadas do seu CPF, RG ou de um documento oficial que tenha foto e número de ambos. O endereço para onde você deverá enviar a documentação é: Avenida Doutor Heitor José Reali, 360, Distrito Industrial Miguel Abdelnur, São Carlos (SP) – CEP 13571-385.

10. O Cadastro Positivo monitora as minhas operações financeiras?

A resposta é não. O cadastro apenas reúne os seus dados financeiros e de pagamentos referente a operações de contratação de crédito, como empréstimos, financiamentos, crediários e cartões, e obrigações de pagamento, como contas de consumo. Além disso, o cadastro integra as contas já quitadas quanto às que ainda estão em andamento.

11. O Cadastro Positivo é controlado por alguma lei?

Sim. A lei nº 2.414/11 foi alterada e, a partir de 9 de julho de 2019, a inclusão do nome no Cadastro Positivo passou a ser automática para todas as pessoas físicas e jurídicas que possuem empréstimos, financiamentos, compras a prazo ou contas de consumo, como de água, luz e telefone.

Até esse período, a lei determinava que o consumidor ou empresa precisava autorizar a abertura do cadastro nos órgãos de proteção ao crédito. Porém, com a aprovação da inclusão automática prevista pela Lei Complementar nº 166/19, todas as pessoas passam a fazer parte.

12. Como aproveitar o melhor do Cadastro Positivo?

  • Pague suas contas em dia;
  • Defina metas para o seu dinheiro;
  • Faça um orçamento financeiro e uma lista mensal de suas dívidas;
  • Não deixe que suas despesas ultrapassem 20% da sua renda mensal;
  • Reduza ou corte os gastos desnecessários;
  • Crie uma reserva de emergência;
  • Na hora de contratar crédito, seja sincero ao fornecer suas informações;
  • Pague sempre o valor total das faturas do seu cartão de crédito;
  • Mantenha seus dados atualizados nos órgãos de protação ao crédito.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão