Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Cadastro Único: como consultar e saber se eu estou inscrito?

Por Camila SilveiraPublicado em

O Cadastro Único tem o objetivo de coletar dados de famílias brasileiras para a sua inclusão em programas sociais, como o auxílio emergencial, por exemplo. Para saber se você possui ou não inscrição na plataforma, basta realizar uma simples consulta no aplicativo ou site do governo. Continue a leitura e veja como realizar esse procedimento!

Cadastro Único: como consultar e saber se eu estou inscrito?

É possível realizar essa consulta em três diferentes canais: por meio do aplicativo, no site do governo ou através do telefone. Veja como proceder em todos os casos!

Site

  1. Acesse o site do Ministério da Cidadania;
  2. No final da página, preencha um formulário com seus dados pessoais;
  3. Em seguida, clique em "Não sou um robô";
  4. Por fim, selecione a opção "Emitir".

Aplicativo

  1. Instale o App Meu CadÚnico (iOS e Android);
  2. Após abrir o aplicativo, selecione a opção "Entrar";
  3. Em seguida, insira suas informações pessoais solicitadas.

Telefone

  • 0800 707 2003

O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 07 às 19h ou aos finais de semana e feriados nacionais, das 10h às 16h.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

O que é o Cadastro Único?

O Cadastro Único foi criado pelo governo, que teve como propósito identificar as famílias brasileiras de baixa renda. Dessa forma, os usuários cadastrados podem fazer parte de ações políticas públicas, que têm como objetivo melhorar a situação social dessas pessoas.

Os projetos participam do Cadastro Único são: o Bolsa Família, o programa Minha Casa, Minha Vida, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e o auxílio emergencial. Vale lembrar também que quem participa do Cadastro Único pode conseguir isenção no pagamento de taxas em processos seletivos e concursos públicos.

Como se cadastrar no CadÚnico?

Para isso, basta ir até o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) de sua cidade. O responsável pela família deve levar o CPF ou título de eleitor e, também, precisa apresentar pelo menos um documento com foto de cada integrante da família. Além disso, é recomendado portar o comprovante de residência para a realização do cadastro.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com este conteúdo. Qualquer dúvida, basta deixar um comentário para nós. Até a próxima!

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe
    Camila Silveira

    Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

    Ver todos os posts

    Deixe seu comentário

    Leia também

    PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

    Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

    Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

    Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”

    Golpe da revisão do INSS: veja como se proteger

    Quer mudar de carreira? Confira essas dicas para trocar de profissão

    Next: veja como contribuir com causas sociais ao pagar com seu cartão

    Pinterest como ferramenta de negócios: guia completo