Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Caixa Tem: confira o calendário de atualização do aplicativo

Por Thais SouzaPublicado em

Quem for receber o Auxílio Emergencial em 2021 deve atualizar o aplicativo Caixa Tem para ter acesso ao benefício. A atualização dos dados cadastrais será feita de maneira escalonada, seguindo um calendário de acordo com o aniversário do usuário. Confira as datas e veja como realizar todos os procedimentos necessários.

Calendário de atualização do aplicativo Caixa Tem

Nascidos em Devem atualizar dia
Janeiro 14 de março
Fevereiro 16 de março
Março 18 de março
Abril 20 de março
Maio 22 de março
Junho 23 de março
Julho 24 de março
Agosto 25 de março
Setembro 26 de março
Outubro 29 de março
Novembro 30 de março
Dezembro 31 de março

Como atualizar o aplicativo Caixa Tem?

O passo a passo para atualizar o aplicativo é bastante fácil. O primeiro passo é entrar no aplicativo no dia referente ao mês do seu aniversário e seguir as orientações que o aplicativo irá solicitar. Veja detalhadamente:

  1. Abra o aplicativo Caixa Tem (iOS e Android);
  2. Clique em "Atualize seu cadastro";
  3. Envie uma foto do seu rosto e de documentos como RG, CPF e comprovante de endereço.

Observação: é importante lembrar que essa atualização é feita pelo aplicativo instalado em seu celular, ou seja, não é necessário ir até uma agência da Caixa Econômica Federal para realizar esse procedimento.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Quem não atualizar o aplicativo não receberá o benefício?

Muitas pessoas têm se perguntado sobre a relação entre a atualização do aplicativo e o Auxílio Emergencial.

Porém, devemos lembrar que o Caixa Tem é apenas uma plataforma que permite o usuário ter acesso ao benefício.

Sendo assim, quem não atualizar o aplicativo não deixará de receber o benefício, afinal, o que garante o acesso ao Auxílio Emergencial 2021 é estar dentro das regras e condições do programa de ajuda para este ano.

A atualização é apenas uma maneira de tornar o aplicativo mais seguro para o momento em que você for acessar a sua conta e movimentar os recursos.

Regras para receber o Auxílio Emergencial 2021

  • 45,6 milhões de família/pessoas do Cadastro Único e do programa Bolsa Família;
  • A renda por pessoa da família não pode passar de até meio salário mínimo (R$ 550);
  • A renda total do grupo familiar deve ser de até três salários mínimos (R$ 3.300);
  • Só será permitida o pagamento de uma cota por família;
  • Ter mais de 18 anos;
  • Não ter emprego formal;
  • Não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019 ou rendimentos isentos acima de R$ 40 mil naquele ano;
  • Não ser dono de bens de valor superior a R$ 300 mil fim de 2019;
  • Estão excluídos os residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares;
  • Ficam de fora também as pessoas que receberam qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de transferência de renda do governo em 2020, com exceção do Bolsa Família e abono salarial.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Netflix altera preço da assinatura: confira os novos valores

Junção de Open Banking com Pix: tudo o que você precisa saber

Oportunidade: WTK Agro oferece 400 vagas de emprego

banQi pode liberar empréstimo pessoal para negativados e desbancarizados; entenda

Por que o Brasil sofre um aumento no preço do combustível?

Banco Bradesco eleva taxa de juros do financiamento imobiliário: saiba mais

Reforma Tributária: vale-refeição e vale-alimentação estão em risco?

Alto Tietê reúne mais de 480 vagas de emprego; confira