Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Carnê-leão: como informar os gastos registrados no Imposto de Renda

Por Camila SilveiraPublicado em

O carnê-leão é o documento de declaração mensal da Receita Federal destinado para quem recebe algum tipo de pagamento de outras Pessoas Físicas, como aluguéis, pensão alimentícia, remuneração por trabalhos autônomos, entre outros, com valores superiores a R$ 1.903,98 mensais.

Sendo assim, se você recebe algum desses proventos, que não são tributados na fonte, saiba que deve registrá-los no carnê-leão.

De forma resumida, este documento tem como objetivo controlar e taxar operações cujos impostos não são automaticamente debitados da fonte pagadora.

Entenda mais detalhes sobre o funcionamento do carnê-leão e saiba como informar os proventos registrados nele na sua declaração anual do Imposto de Renda.

O que é o carnê-leão?

O carnê-leão é um sistema de recolhimento de imposto mensal voltado para quem recebe algum tipo de valor não tributado na fonte. Ele funciona tanto para declarar os valores recebidos quanto para registrar os gastos que você teve para prestar o serviço.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Proventos que precisam ser informados no carnê-leão

  • Aluguéis;
  • Pensão alimentícia;
  • Pagamentos por trabalhos autônomos prestados para Pessoas Físicas;
  • Trabalho informal (sem vínculo empregatício);
  • Entre outros.

Confira a lista completa.

Vale ressaltar que o contribuinte deve declarar seus rendimentos até o último dia útil do mês seguinte ao recebimento e emitir o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF) para o pagamento.

Gastos que devem ser informados no carnê-leão

O sistema também permite deduções no momento de fazer o pagamento do DARF. É possível abater do cálculo despesas com dependentes, pensão alimentícia e INSS. 

Também podem ser deduzidos os gastos que profissional tem para prestar serviços (despesas de custeio), que são indispensáveis para o exercício da atividade profissional, como:

  • Aluguel de sala, condomínio e IPTU;
  • Água, luz, telefone e internet;
  • Material de expediente ou de consumo;
  • Contratação de pessoal;
  • Entre outros.

Confira a lista completa.

Como declarar o carnê-leão no Imposto de Renda?

Caso você tenha preenchido o carnê-leão em 2021, não precisará se preocupar em preencher tudo novamente no momento de fazer a declaração anual do Imposto de Renda 2022. 

Na declaração pré-preenchida, o próprio programa do Imposto de Renda Pessoa Física recupera os dados informados. Ou seja, a informação é automática.

Apesar disso, é importante que o contribuinte siga o passo a passo abaixo na declaração convencional:

  1. Faça o download do programa do Imposto de Renda;
  2. Clique em "Importações";
  3. Em seguida, selecione a opção "carnê-leão 2021";
  4. Por fim, a Receita vai solicitar o acesso a sua conta gov.br ou o código de acesso do contribuinte e pronto! As informações do carnê-leão serão importadas.

Descomplicamos?

Nosso objetivo é descomplicar todos os assuntos sobre finanças e economia, bem como te ajudar a encontrar o produto financeiro ideal. Consulte o seu CPF no Portal da Foregon e receba as melhores ofertas de cartão, conta digital e empréstimo.

Consulte seu CPF grátis e receba as melhores ofertas!

Mais de 300 opções entre cartões de crédito, contas e empréstimos.

Consultar CPF grátis
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Conheça 5 aplicativos que enviam dinheiro para o exterior

Quais mudanças o Open Banking traz para a nossa vida financeira?

BRL: entenda o que essa sigla significa na sua fatura do cartão

Corte 17 despesas mensais que podem se transformar em renda extra

Aplicativos para aumentar score de crédito: verdade ou mito?

Tag Itaú de passe livre em pedágios e estacionamentos: conheça e veja como solicitar

Pagar passagem de ônibus com cartão de débito ou crédito: veja como

Prêmio de 1,5 milhão do BBB: saiba quanto rende na poupança e em outros investimentos