Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Aplicativo de transporte ou carro particular: o que compensa mais?

Por Leonardo JacominiPublicado em

Se o seu sonho é comprar um carro, você não está sozinho! O sonho de grande parte dos brasileiros é ter o carro próprio. Mas, se você também tem medo dos gastos que ele dá, já pensou em um aplicativo de transporte?

Recente em nosso país, esse tipo de locomoção tomou conta do dia a dia de muitas pessoas, ou melhor, conquistou a confiança com seus benefícios.

Por isso que, muitas vezes, quem tem vontade de ter um carro novo, pensa duas vezes antes de adquirir o bem, já que um Uber ou 99, empresas que prestam o serviço, cobram mais barato e não dão tanto trabalho.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Outro ponto a levar em conta é de que quem já tem um automóvel, pode economizar deixando-o na garagem. Você se desloca com o aplicativo de transporte e só usa o seu em casos de necessidade.

Mas não é para ir direto para garagem e colocar um anúncio de vende-se no seu veículo. Antes, é preciso analisar se vale a pena para você deixar de usá-lo todos os dias e adotar os aplicativos de viagens.

O que avaliar na escolha entre carro particular e aplicativo de transporte?

São diversos fatores que precisam ser analisados. Realmente não é uma decisão fácil se decidir pelo carro particular ou um transporte alternativo como o Uber, 99, Cabify, etc.

Para quem preza mais pelo conforto, ama dirigir e não fica sem viajar por exemplo, pode ser bem difícil se adaptar às novas rotinas e ter que largar mão de um veículo.

Agora, se seus pais ou cônjuge tem um automóvel próprio, isso pode contar muito na hora da decisão. Fica bem mais fácil saber que se precisar viajar, você terá uma alternativa.

E se você usa seu carro para ir ao trabalho ou para se deslocar dentro da cidade poucas vezes na semana, o aplicativo de transporte pode te salvar!

Curtas distâncias costumam sair mais em conta. É assim que as empresas que atendem pelo aplicativo trabalham, cobram pelo percurso e disponibilidade de motoristas perto de você.

Mas, é preciso avaliar bem mais que isso para chegar a um resultado que realmente seja claro para você. Para quem quer ter um carro ou quem já possui, é preciso estar atento a gastos como:

  • IPVA
  • Seguro anual
  • Estacionamento
  • Depreciação
  • Manutenção
  • Eventuais multas

IPVA

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, é cobrado anualmente dos proprietários de veículos. Um imposto que deve ser pago sempre em dia, caso contrário o carro é impedido de transitar.

Em regra, quanto mais novo e luxuoso o veículo, mais caro é o valor do imposto. Ele pode ser divido em algumas parcelas, mas mesmo assim, representa um alto gasto no início do ano.

Nesse quesito, ponto para os aplicativos de transporte!

Seguro

Quem tem carro, quer proteger! O Seguro Auto pode custar bem caro anualmente. As proteções ao veículo e ao de terceiros, garante que as dores de cabeça não sejam maiores e ainda facilitem o processo.

É bom lembrar que, caso precisar acionar o seguro do carro, é cobrado a tarifa de franquia. Esse valor pode ser bem caro e que muitas vezes, os proprietários deixam de utilizar o seguro porque não compensa.

Táxis, Uber e outros aplicativos de transporte pagam o seguro obrigatório, que envolve além do carro e motorista, o passageiro.

Estacionamento

Se para você isso não faz sentido, para muitas pessoas faz, e muito! Quem não trabalha em um lugar fixo, por exemplo, muitas vezes tem que pagar para estacionar o carro.

Alguns lugares oferecem o plano mensal, que acaba mais em conta do que pagar diariamente à garagem. Se você estaciona em garagem, faça as contas de quanto você desembolsa mensalmente e anualmente, a conta pode revelar algo que você nem imagina.

Se você ainda não tem um carro, mas está pensando em comprar, analise onde você trabalha, estuda ou passa o maior tempo do dia. Confira se há vagas disponíveis para estacionar ou será preciso pagar.

Depreciação

Você sabia que se comprar um carro 0km agora e sair com ele da concessionária ele já não vale a mesma coisa? Isso acontece devido a depreciação do veículo.

Um carro usado não pode valer o mesmo do que um novo do mesmo modelo. Além de outras circunstâncias, como seguro muito caro, mecânica cara, relato de problemas, etc. baixam o valor de mercado.

Alguns carros têm depreciação menor do que outros, por diversos fatores. Isso deve ser levado em conta por você na hora de escolher um veículo. E falando economicamente, além de perder dinheiro, o carro não dá rentabilidade.

Manutenção

Talvez seja o principal problema de quem tem um veículo. A manutenção representa uma boa parte dos gastos que um proprietário tem com seu carro.

E você deve saber ou pelo menos imaginar que, existem alguns modelos que a mecânica é extremamente cara e em alguns casos com peças difíceis de serem encontradas.

E não adianta pensar que um carro mais novo ou ter muito cuidado com o carro pode resolver. Como dizem, carro é como alguém da família e vai precisar de revisões e manutenção, mesmo com todo o cuidado.

Combustível

Ah, não se esqueça da parte mais importante. Sem combustível o carro nem sai da garagem. Um carro flex pode ser mais econômico, já que ajuda naquela hora em que o álcool está mais barato do que a gasolina ou vice-versa.

Para quem trabalha com o carro ou o usa bastante para viagens, sabe que o consumo pode ser o vilão de suas contas mensais. Por isso, coloque na conta esse item na hora de decidir entre carro particular ou aplicativo de transporte.

Se o seu carro "bebe" muito, pode ser que deixá-lo na garagem seja o melhor negócio. Ou quem sabe, vender, aplicar o dinheiro e adotar o aplicativo de transporte.

Multas

Infelizmente não se pode deixar de lado as multas. Elas são normais para motoristas, ainda mais quem pega pista ou dirige com frequência no dia a dia.

Existem diversos tipos de multas e consequentemente preços diferentes. E nisso mais uma vez o transporte por aplicativo pode ajudar. Você não tem multas e ainda pode aproveitar um happy hour, já que é proibido beber e dirigir.

Olha quanta coisa você deve avaliar na hora de escolher entre um carro novo ou optar pelos aplicativos de transporte. Parece até que a segunda opção ganha disparado. Na verdade, não é bem assim.

Como lembrado, os aplicativos cobram pelo trajeto, ou seja, quem tem que se deslocar para mais longe, paga mais.

A Uber tem um site especial e bem interativo que é possível saber o que pode valer mais a pena para você. Basta inserir algumas informações sobre o seu carro  e o seu cotidiano que a calculadora mostra se o melhor é usar o seu carro ou o aplicativo.

Acesse aqui e saiba o que mais vale a pena para você: carro particular ou aplicativo de transporte.

Como saber o valor de uma viagem pelo aplicativo de transporte?

Primeiro, você precisa baixar o aplicativo em seu celular. Nada impede que você tenha mais de um instalado. Procure por indicações de amigos (que podem ter cupons de desconto pela primeira viagem) ou avaliações de usuários na internet.

Faça um rápido cadastro no aplicativo. Depois disso, você verá um espaço para colocar o seu lugar de partida e o destino. Você pode simular sem compromisso.

Assim é possível saber quanto fica o valor e ter uma ideia de quanto você gastaria por ida e volta todos os dias. Faça o teste em uma semana. Anote os preços e faça uma média.

Afinal, o que é melhor: carro particular ou aplicativo de transporte?

Para saber qual melhor meio de transporte, vai depender de suas necessidades. Não é possível eleger um melhor, já que existem diversas necessidades, valores e distâncias.

Essa é a hora de você parar e fazer as contas. Some o que você gasta com o carro (ou gastaria se comprasse um) e compare com os gastos mensais andando com Uber, 99, Cabify, etc.

Se o seu carro é gastão, se vive em oficina ou não, o quanto você mora longe do trabalho ou destino que você tem frequentemente – avalie tudo isso!

Lembre-se de colocar na "balança" suas necessidades com o veículo também. Se você tem parentes, amigos ou trabalha indo e vindo de outras cidades, pode ser que precise de um carro próprio para viajar.

Caso você prefira ter o conforto de ter o carro sempre a mão, a compra de um novo pode valer a pena. Ou se você já tem um veículo, pode avaliar se compensa deixá-lo na garagem de casa e usar diariamente o aplicativo de transporte.

Já pensou em carona?

Além de deixar o carro na garagem e aproveitar um aplicativo de transporte, você pode fazer suas viagens usando apps de carona. Se para você isso é novidade, a gente te explica!

Assim como um Uber por exemplo, existem aplicativos para celular onde pessoas oferecem caronas, dividindo o valor do combustível. Fica mais fácil para quem oferece e a quem precisa.

Como os outros programas, basta baixar e instalar em seu celular e fazer um cadastro. Os aplicativos são bem intuitivos, deixando mais fácil de usar.

Quer saber quais os melhores que você pode baixar em seu celular? Confira a lista:

  • Bla Bla Car
  • Wego
  • Caronetas
  • BeepMe

Nesses aplicativos, você pode tanto oferecer carona com o seu veículo quanto procurar por uma vaga. Basta selecionar o local de partida e destino.

E aí, conseguiu escolher o melhor meio para você, entre carro particular ou aplicativo de transporte? Conta para nós ao final da página nos comentários!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Leonardo Jacomini

Jornalista e Produtor de Conteúdo Multimídia. Gosta de escrever sobre dicas úteis para o dia a dia, ainda mais quando o tema é economizar. Adora livros e assistir filmes e séries em seu tempo livre.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Imposto de renda: saiba como sair da malha fina

Aumento da energia: saiba quais são os vilões da conta de luz

Aneel aciona bandeira vermelha em patamar 2 e impacta economia brasileira

Organizze: veja o passo a passo de como usar o aplicativo para controlar suas finanças

A melhor forma de utilizar o dinheiro da restituição do IR 2021

Cashback: guia completo

Dia dos namorados: como economizar?

5 dicas para você cuidar do seu dinheiro e gastar sem culpa