Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Cartão de crédito: qual a melhor forma de utilizar?

Por Sabrina VansellaPublicado em

Um dos produtos financeiros mais cobiçados, aquele que é capaz de impulsionar sua vida mas o mau uso pode trazer um enorme prejuízo: os cartões de crédito. Pensando nisso, trouxemos algumas dicas para que você não fique refém de parcelas intermináveis e dívidas que podem ser evitadas. Confira:

Invista em um planejamento financeiro

Aquela ilusão de realizar uma compra paga com o cartão de crédito e não sentir que vem do seu próprio bolso atinge muitas pessoas. Por isso, é necessário entender seus limites e conferir se este produto financeiro é mesmo para você. Um bom planejamento financeiro é capaz de te mostrar isso. 

Pagar à vista ou a prazo?

A grande dúvida na hora de efetuar um pagamento é como tomar a melhor decisão (e também, a mais econômica). Pequenas parcelas podem se tornar grandes dependendo das taxas de juros, e claro, do maior número em volume de compras.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Para um maior controle, priorize parcelar apenas compras que trarão algum retorno ou são essenciais. Ademais, se o preço deste produto à vista ou a prazo for o mesmo, quanto mais parcelas melhor, pois o que restar poderá ser utilizado para compras a vista e com desconto, mas sempre tenha cautela.

Negocie a anuidade

A anuidade nada mais é do que uma taxa acrescida do banco ou da instituição financeira que é cobrada para mantê-lo funcionando e operando. Mas atualmente existem cartões de crédito que não fazem esta cobrança.

Portanto, negociar essa taxa é essencial para evitar um gasto mensal desnecessário. Se você é um cliente fiel que faz uso do cartão corretamente pode até mesmo conseguir a isenção. Entre em contato com a operadora do cartão e economize.

Tenha apenas um cartão de crédito

Quantos mais cartões, mais chances de gastar. Ter apenas um é o suficiente para ter um bom controle financeiro, pois terá maior precaução em atingir o único limite.

Esta dica é direcionada aqueles que não tem uma boa relação com cartões de crédito, pois com uma boa compatibilidade deste produto, é interessante usufruir de diferentes benefícios.

Reduza seu limite

Um limite alto traz mais chances de uma grande dívida por conta da ilusão de "comprar sem gastar um centavo", dessa forma a melhor solução é reduzi-lo.

Existe uma regra para que não ocorra grandes problemas. Reduza seu limite para no máximo 50% da sua renda líquida, ou seja, aquilo que você ganha depois de todos os descontos.

Informamos?

Espero ter ajudado você com este artigo. Se tiver dúvidas ou sugestões, faça um comentário. Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Sabrina Vansella

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos noticiosos e sobre dicas financeiras. Procura simplificar e melhorar a qualidade de vida dos usuários e, para isso, preza por uma pesquisa assídua e uma escrita clara.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como pagar o IPVA através do site ou App do Itaú

Cashback é um gatilho mental ou uma forma de ganhar dinheiro?

CLT e MEI: é possível ser os dois ao mesmo tempo?

Inteligência financeira: o que é e como desenvolver a sua?

Ganho de capital: o que é e quem deve declarar no Imposto de Renda

Imposto de Renda 2021: por que não vou receber a restituição?

Banco do Brasil: veja como antecipar a restituição do Imposto de Renda

Qual a diferença entre produto e serviço?