Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Categorias CNH: para que servem e prazos de mudança

Por Camila SilveiraPublicado em

As aulas que temos durante o processo da primeira habilitação nos ensinam muitas coisas importantes. Porém, infelizmente alguns tópicos passam batido, como as categorias da CNH. Sendo assim, separamos algumas informações interessantes para você entender melhor para o que servem essas modalidades e quais são os prazos para a mudança. 

Quais são as categorias da CNH?

As categorias da carteira de motorista são como uma autorização que uma pessoa pode obter para dirigir diferentes tipos de veículos, como: motos, carros, ônibus, caminhões, entre outros. Conheça mais detalhadamente sobre todas as modalidades: 

  • Categoria A: se refere apenas a veículos motorizados de duas ou três rodas, como: motos, motonetas e triciclos; 
  • Categoria B: inclui automóveis de até 8 lugares, que não exceda 3.500 kg. Quadriciclos também estão incluídos nessa modalidade;
  • Categoria C: inclui veículos de transporte de carga de até 8 pessoas e que ultrapasse 3.500 kg, por exemplo as máquinas agrícolas, tratores e caminhões;
  • Categoria D: inclui veículos de transporte de passageiro que exceda a quantidade de 8 passageiros, como o ônibus;
  • Categoria E: com essa carteira, é possível conduzir outros tipos de veículos e, também, automóveis com unidades acopladas que excedam 6 toneladas, como as carretas e caminhões com reboques e semirreboques articulados. 

Quais são os prazos de mudança das categorias da CNH? 

Para quem deseja tirar a segunda habilitação, é importante saber que existem prazos determinados e alguns requisitos para realizar a mudança das categorias da CNH. Confira detalhadamente.

Requisitos básicos:

  • De acordo com o Detran, o condutor não poderá ter cometido uma infração de natureza grave ou gravíssima, nem ser reincidente em infração de natureza média, nos últimos 12 meses;
  • Quitar os débitos constantes do seu prontuário, ou seja, deverá pagar as multas vencidas.

Mudanças de categorias:

  • Categoria C: é preciso estar habilitado há pelo menos um ano na categoria B;
  • Categoria D: é necessário ter, no mínimo, 21 anos de idade e estar habilitado há pelo menos dois anos na categoria B, ou há um ano na modalidade C;
  • Categoria E: é necessário ter, no mínimo, 21 anos de idade e estar habilitado há pelo menos dois anos na categoria C, ou há pelo menos um ano na modalidade D. 

Novamente: para realizar qualquer mudança de categoria, o Detran não aceita que o condutor tenha cometido infrações graves ou gravíssimas, ou seja reincidente em infrações médias, durante os últimos 12 meses. 

Restou alguma dúvida? Deixe um comentário e até a próxima! 

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Itaucard Click Visa Platinum: conheça todos os benefícios e peça já o seu

5 dicas para se planejar a longo prazo

Score Serasa: conheça a nova função de bloqueio e desbloqueio de consultas

Conheça 5 aplicativos que enviam dinheiro para o exterior

Quais mudanças o Open Banking traz para a nossa vida financeira?

BRL: entenda o que essa sigla significa na sua fatura do cartão

Corte 17 despesas mensais que podem se transformar em renda extra

Aplicativos para aumentar score de crédito: verdade ou mito?