Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Coesão e Coerência: o que é e como é aplicado nas provas?

Por Camila SilveiraPublicado em

Não existe uma prova de concurso público ou vestibular que não tenha questões sobre Língua Portuguesa, concorda? Justamente por isso, é tão importante aprender seus conceitos. Entre os assuntos mais cobrados está o de coesão e coerência, que representam a compreensão textual e escrita fluente. Confira mais detalhes e veja como esses conceitos são aplicados nas provas.

O que é coesão?

A coesão nada mais é que a conexão dos elementos do texto. Ou seja, representa as articulações gramaticais que existem entre as palavras, frases e orações para que haja uma boa sequência entre parágrafos, orações e palavras. A disposição correta e organização é feita por meio dos conectivos, por exemplo:

  • Por isso;
  • Por causa de;
  • Assim;
  • Porque;
  • Pois;
  • Visto que;
  • Portanto;
  • Entre outros. 

Isso quer dizer, portanto, que para que um texto seja entendido de forma correta, é necessário que exista uma coesão harmoniosa entre as várias partes. Essa conexão é realizada por meio de estratégias, havendo diversos elementos que contribuem para ela. Confira:

Coesão referencial

Nesse tipo de coesão, são usados os pronomes e expressões adverbiais para evitar a repetição de palavras já usadas ao longo do texto. Por exemplo:

  • Você viu a minha amiga por aí? Ela disse que vinha hoje;
  • Essa bolsa é minha. Onde está a sua?;
  • Já arrumei todas as malas, menos aquela.

Coesão sequencial

Já nesse caso, são usados conectivos e expressões que dão continuidade aos assuntos ou que fazem ligações entre as orações, criando uma sequência e relação com aquilo que já foi escrito, como: por conseguinte, embora, logo, com o fim de, caso, entre outros.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

  • Perante aquele problema, não foi fácil tomar uma decisão;
  • Por isso, continuaremos realizando a nossa pesquisa.

Coesão lexical

São usados recursos coesivos que possibilitam a manutenção do assunto sem repetir as palavras que já foram escritas. Confira exemplos:

  • Um pesquisador estava próximo de uma descoberta, enquanto os outros investigadores aguardavam conclusões;
  • A semana estava repleta de leões e leoas. Esses maravilhosos mamíferos e selvagens;

Recursos coesivos lexicais

  • Sinonímia: uso de sinônimos, como: dirigir e pilotar;
  • Hiponímia e hiperonímia: uso de substantivos específicos e genéricos, como: cachorro e mamífero;
  • Repetição: usar termos repetidos para realçar ou reforçar uma ideia, como: enormes vontades;
  • Nominalização: usar substantivos, verbos, adjetivos relacionados, como: felicidade, feliz e felicitar;
  • Substantivos universais: usar termos que substituem outros, como: pronomes, numerais e verbos, como, por exemplo: fazer.

Coesão por elipse

Nesse caso, é realizada a omissão de elementos já mencionados no texto, desde que sejam facilmente identificáveis.

  • Minha irmã está no mercado. Foi comprar arroz. (Ela);
  • Juliana e Renata são melhores amigas. Querem viajar juntas. (Elas).

Coesão por substituição

Para a coesão por substituição, são utilizadas as palavras que retomam outras já escritas, existindo, entretanto, uma nova definição para elas, sem que haja correspondência total ao termo. Ficou confuso? Confira exemplos:

  • Meu pai pediu lanche e eu pedi pizza;
  • Para a festa, ele comprou uma roupa nova. Vou comprar também.

O que é coerência?

Para que um texto seja claro e compreensível, ele deve conter alguns elementos que facilitem o entendimento do leitor e essa é a função da coerência. Confira as dicas que separamos para você criar um texto coerente. 

  • Escreva de forma clara, simples, objetiva e concisa;
  • Estruture a ideia principal e as ideias secundárias;
  • Estabeleça uma linha de raciocínio e pensamento lógico;
  • Propague a informação importante com ênfase nas partes mais importantes;
  • Apresente informações suficientes sobre o assunto;
  • Mostre que domina o assunto apresentado.

Devem ser evitados na coerência textual

  • Uso desnecessário de palavras;
  • Repetição de termos;
  • Ideias redundantes;
  • Contradições;
  • Fatos isolados;
  • Frases muito longas;
  • Frases prontas, clichés, jargões, estrangeirismos;
  • Uso de outros recursos que tornam o discurso pobre.

Questão de coesão e coerência nas provas

Coesão

Sobre a coesão textual, estão corretas as seguintes proposições:

I. A coesão textual está relacionada com os componentes da superfície textual, ou seja, as palavras e frases que compõem um texto. Esses componentes devem estar conectados entre si em uma sequência linear por meio de dependências de ordem gramatical.

II. A coesão é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações.

III. Por meio do uso adequado dos conectivos e dos mecanismos de coesão, podemos evitar erros que prejudicam a sintaxe e a construção de sentidos do texto.

IV. A coesão obedece a três princípios: o princípio da não contradição; princípio da não tautologia e o princípio da relevância.

V. Entre os mecanismos de coesão estão a referência, a substituição, a elipse, a conjunção e a coesão lexical.

a) Apenas V está correta.

b) II e IV estão corretas.

c) I, III e V estão corretas.

d) I e III estão corretas.

e) II, IV e V estão corretas.

Alternativa: "c".

Coerência

Sobre a coerência textual, é incorreto afirmar:

a) A coerência é uma conformidade entre fatos ou ideias, próprio daquilo que tem nexo, conexão, portanto, podemos associá-la ao processo de construção de sentidos do texto e à articulação das ideias

b) Por serem os sentidos elementos subjetivos, podemos dizer que a coerência não pode ser delimitada, pois o leitor é o responsável pela constituição dos significados do texto.

c) A coerência é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações.

d) A não contradição, a não tautologia e o princípio da relevância são elementos básicos que garantem a coerência textual.

e) A coerência textual dispensa o uso adequado dos conectivos, elementos que apenas colaboram para a estruturação do texto sem apresentar relação direta com a semântica textual.

Alternativa: "e".

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Como conseguir internet de graça? Saiba como se conectar

Saiba como ganhar dinheiro online rápido

Inflação hoje: entenda como o seu dinheiro é afetado

Golpe do CPF falso: conheça e saiba como se proteger

Conheça 10 cursos de finanças gratuitos para aprender a investir

ID Jovem: guia completo 2022

Vale a pena parcelar compras no cartão com inflação em alta?

Copa do mundo 2022: quanto custa completar o álbum?