Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Coesão e Coerência: o que é e como é aplicado nas provas?

Por Camila SilveiraPublicado em

Não existe uma prova de concurso público ou vestibular que não tenha questões sobre Língua Portuguesa, concorda? Justamente por isso, é tão importante aprender seus conceitos. Entre os assuntos mais cobrados está o de coesão e coerência, que representam a compreensão textual e escrita fluente. Confira mais detalhes e veja como esses conceitos são aplicados nas provas.

O que é coesão?

A coesão nada mais é que a conexão dos elementos do texto. Ou seja, representa as articulações gramaticais que existem entre as palavras, frases e orações para que haja uma boa sequência entre parágrafos, orações e palavras. A disposição correta e organização é feita por meio dos conectivos, por exemplo:

  • Por isso;
  • Por causa de;
  • Assim;
  • Porque;
  • Pois;
  • Visto que;
  • Portanto;
  • Entre outros.

Isso quer dizer, portanto, que para que um texto seja entendido de forma correta, é necessário que exista uma coesão harmoniosa entre as várias partes. Essa conexão é realizada por meio de estratégias, havendo diversos elementos que contribuem para ela. Confira:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Coesão referencial

Nesse tipo de coesão, são usados os pronomes e expressões adverbiais para evitar a repetição de palavras já usadas ao longo do texto. Por exemplo:

  • Você viu a minha amiga por aí? Ela disse que vinha hoje;
  • Essa bolsa é minha. Onde está a sua?;
  • Já arrumei todas as malas, menos aquela.

Coesão sequencial

Já nesse caso, são usados conectivos e expressões que dão continuidade aos assuntos ou que fazem ligações entre as orações, criando uma sequência e relação com aquilo que já foi escrito, como: por conseguinte, embora, logo, com o fim de, caso, entre outros.

  • Perante aquele problema, não foi fácil tomar uma decisão;
  • Por isso, continuaremos realizando a nossa pesquisa.

Coesão lexical

São usados recursos coesivos que possibilitam a manutenção do assunto sem repetir as palavras que já foram escritas. Confira exemplos:

  • Um pesquisador estava próximo de uma descoberta, enquanto os outros investigadores aguardavam conclusões;
  • A semana estava repleta de leões e leoas. Esses maravilhosos mamíferos e selvagens;

Recursos coesivos lexicais

  • Sinonímia: uso de sinônimos, como: dirigir e pilotar;
  • Hiponímia e hiperonímia: uso de substantivos específicos e genéricos, como: cachorro e mamífero;
  • Repetição: usar termos repetidos para realçar ou reforçar uma ideia, como: enormes vontades;
  • Nominalização: usar substantivos, verbos, adjetivos relacionados, como: felicidade, feliz e felicitar;
  • Substantivos universais: usar termos que substituem outros, como: pronomes, numerais e verbos, como, por exemplo: fazer.

Coesão por elipse

Nesse caso, é realizada a omissão de elementos já mencionados no texto, desde que sejam facilmente identificáveis.

  • Minha irmã está no mercado. Foi comprar arroz. (Ela);
  • Juliana e Renata são melhores amigas. Querem viajar juntas. (Elas).

Coesão por substituição

Para a coesão por substituição, são utilizadas as palavras que retomam outras já escritas, existindo, entretanto, uma nova definição para elas, sem que haja correspondência total ao termo. Ficou confuso? Confira exemplos:

  • Meu pai pediu lanche e eu pedi pizza;
  • Para a festa, ele comprou uma roupa nova. Vou comprar também.

O que é coerência?

Para que um texto seja claro e compreensível, ele deve conter alguns elementos que facilitem o entendimento do leitor e essa é a função da coerência. Confira as dicas que separamos para você criar um texto coerente. 

  • Escreva de forma clara, simples, objetiva e concisa;
  • Estruture a ideia principal e as ideias secundárias;
  • Estabeleça uma linha de raciocínio e pensamento lógico;
  • Propague a informação importante com ênfase nas partes mais importantes;
  • Apresente informações suficientes sobre o assunto;
  • Mostre que domina o assunto apresentado.

Devem ser evitados na coerência textual

  • Uso desnecessário de palavras;
  • Repetição de termos;
  • Ideias redundantes;
  • Contradições;
  • Fatos isolados;
  • Frases muito longas;
  • Frases prontas, clichés, jargões, estrangeirismos;
  • Uso de outros recursos que tornam o discurso pobre.

Questão de coesão e coerência nas provas

Coesão

Sobre a coesão textual, estão corretas as seguintes proposições:

I. A coesão textual está relacionada com os componentes da superfície textual, ou seja, as palavras e frases que compõem um texto. Esses componentes devem estar conectados entre si em uma sequência linear por meio de dependências de ordem gramatical.

II. A coesão é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações.

III. Por meio do uso adequado dos conectivos e dos mecanismos de coesão, podemos evitar erros que prejudicam a sintaxe e a construção de sentidos do texto.

IV. A coesão obedece a três princípios: o princípio da não contradição; princípio da não tautologia e o princípio da relevância.

V. Entre os mecanismos de coesão estão a referência, a substituição, a elipse, a conjunção e a coesão lexical.

a) Apenas V está correta.

b) II e IV estão corretas.

c) I, III e V estão corretas.

d) I e III estão corretas.

e) II, IV e V estão corretas.

Alternativa: "c".

Coerência

Sobre a coerência textual, é incorreto afirmar:

a) A coerência é uma conformidade entre fatos ou ideias, próprio daquilo que tem nexo, conexão, portanto, podemos associá-la ao processo de construção de sentidos do texto e à articulação das ideias

b) Por serem os sentidos elementos subjetivos, podemos dizer que a coerência não pode ser delimitada, pois o leitor é o responsável pela constituição dos significados do texto.

c) A coerência é imaterial e não está na superfície textual. Compreender aquilo que está escrito dependerá dos níveis de interação entre o leitor, o autor e o texto. Por esse motivo, um mesmo texto pode apresentar múltiplas interpretações.

d) A não contradição, a não tautologia e o princípio da relevância são elementos básicos que garantem a coerência textual.

e) A coerência textual dispensa o uso adequado dos conectivos, elementos que apenas colaboram para a estruturação do texto sem apresentar relação direta com a semântica textual.

Alternativa: "e".

Gostou do conteúdo?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe o seu comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Google lança cursos de empreendedorismo e carreira para mulheres

Saiba como abrir uma conta na Binance

Conheça 6 dicas para melhorar seu home office

Google Pay: veja quais bancos possuem integração com a carteira digital

Saiba como se tornar um MEI e ter CNPJ para emitir notas

Poupança 2021: guia completo

Como fazer o planejamento de um empréstimo: guia completo

Confira as 5 principais dúvidas sobre MEI

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Dicas financeiras