Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como evitar fraudes no CPF?

Por Camila SilveiraPublicado em

Já pensou receber uma série de ligações de cobrança de uma dívida que você não contraiu? Pois bem, essa é justamente a situação que pessoas que tiveram o CPF usado por estelionatários passam.

A boa notícia é que é possível evitar esse tipo de acontecimento de uma forma simples. Conheça agora mesmo alguns cuidados importantes para evitar qualquer tipo de transtorno com o seu CPF.

Como evitar fraudes no CPF?

1. Mantenha esse documento por perto

Sempre que estiver no caixa de algum estabelecimento, não deixe que o lojista leve o seu documento para longe de você.

Caso um atendente peça para conferir as informações contidas nestes papéis, não deixe que eles sejam levados para longe. Essa é uma forma de garantir que o seu CPF não seja clonado.

2. Cuidado com testes online

Os testes online são bastante populares, principalmente nas redes sociais, como o Facebook. Eles podem ser engraçados e viralizar entre os amigos, mas também podem armazenar os seus dados de forma indevida.

Homem desconfiado com a mão no queixo

Com o seu score calculado, você descobre o produto financeiro ideal para você!

Calcule o seu score de forma gratuita, rápida e segura e tenha acesso a centenas de cartões de crédito e outros produtos financeiros.
+ 1.267.543 milhões de pessoas já consultaram

Ao criar uma conta você aceita nossos termos de uso política de privacidade. Aceita também receber notificações por e-mail e SMS, que podem ser canceladas quando quiser.

Sabendo disso, tome muito cuidado e não ceda à tentação de fazer todo teste que achar divertido.

3. Cheque a confiabilidade de sites de compra

Antes de realizar qualquer compra online, é fundamental verificar a confiabilidade do site em que está navegando.

Para isso, você pode pesquisar a reputação da empresa em sites, como o Reclame Aqui, e verificar se a página possui o símbolo de cadeado ao lado esquerdo da URL. Isso indica que a conexão é segura, ou seja, que os seus dados não ficarão abertos, o que dificulta a aplicação de golpes e fraudes.

4. Fique atento ao descartar documentos e cartões

Antes de jogar as suas contas antigas, cartões vencidos e documentos velhos, rasgue ou corte-os em muitos pedaços, de preferência pequenos, para evitar que eles caiam nas mãos de pessoas erradas. 

5. Desconfie de e-mails de alerta

Apesar de ser bastante comum receber e-mails em tom de alerta sobre uma dívida nova ou a inclusão do nome em órgãos de proteção de crédito, é indispensável verificar quem é o remetente do e-mail. 

Considere importante entrar em contato com a instituição na qual você tem relacionamento para saber se essa cobrança é oficial.

6. Não caia no golpe do SMS

Já recebeu alguma mensagem via SMS notificando que você ganhou um prêmio grande em dinheiro? Pois bem, saiba que isso se trata de um golpe muito comum.

De uma forma resumida, os golpistas informam que você ganhou um prêmio e pedem para que entrem em contato. Quando você liga, eles solicitam os seus dados e pronto! A fraude está feita!

7. Monitore o seu CPF

Com a Foregon, você tem a opção de monitorar o seu CPF diariamente! Assim que você cria a sua conta no site, o sistema informa você, por meio de e-mail e SMS, quais empresas consultaram o seu CPF e se houve inclusão ou exclusão de dívidas em seu nome.

Com esse serviço, você pode ficar de olho em tudo o que acontece com o seu nome e, como resultado, você conta com mais tranquilidade e segurança.

Todas as informações que você fornece para a Foregon são criptografadas, passam por uma auditoria, monitoramento ativo e bloqueio de quaisquer tentativas de acessos indevidos ou outras ameaças.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com esse conteúdo. Se gostou desse tema, confira um artigo que separamos especialmente para você:

Até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Camila Silveira

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

O que é pró-rata e como calculá-lo?

5 dicas para viver com um salário mínimo

5 dicas de como ganhar dinheiro sendo estudante

Cheque: entenda o que é e conheça suas variações

Lei do Superendividamento: saiba como renegociar suas dívidas sem extrapolar seu orçamento

Como se organizar para comprar sua casa própria em 2022

Conta bancária: conheça os principais tipos

Transferência bancária: como funciona a operação?