Foregon.comConteúdos

Como o coronavírus tem impactado a economia?

Por Jennifer FigueiredoPublicado em
Compartilhe

Desde que a epidemia do novo coronavírus começou e se alastrou por diversos países, o cenário econômico mundial sofreu abalos preocupantes. O resultado disso foi uma desaceleração na economia com efeitos também no Brasil.

Neste artigo, você acompanha as últimas informações apuradas por portais de notícias (G1, O Globo, UOL e El País), a respeito dos impactos que o COVID-19 tem trazido para o cenário econômico.

O novo Coronavírus (COVID-19)

O surto do novo Coronavírus (COVID-19) teve início na China, em dezembro de 2019. Desde então, a epidemia já atingiu mais de 60 países, incluindo o Brasil, com a recente confirmação de quatro pessoas diagnosticadas com o vírus em São Paulo, após retornarem de viagens internacionais com passagem pela Itália. Desde então, o número de casos suspeitos no país saltou para mais de 500.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

Como se prevenir do contágio?

O Ministério da Saúde promove medidas de prevenção ao novo coronavírus, que consiste em adotar hábitos de higiene, como:

  • Lavar as mãos com água e sabão várias vezes ao dia;
  • Higienizar as mãos com álcool em gel 70%;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal (como copos e talheres);
  • Cobrir o nariz e a boca ao tossir ou espirrar;
  • Evitar tocar a boca, olhos e nariz com as mãos não lavadas;
  • Se doente, evitar contato próximo com outras pessoas e ficar em casa.

A preocupação da população em relação à saúde é grande, devido ao pouco conhecimento que se tem sobre o COVID-19. Mas, o vírus também afeta outro eixo importante e de grande impacto para muitas nações, a economia.

Impactos do coronavírus na economia

O primeiro abalo no setor econômico causado pelo coronavírus foi na China, considerada potência mundial. No país, fábricas e centros comerciais estão de portas fechadas devido a regiões que estão de quarentena. Sem o consumo de bens e serviços, a atividade econômica está reduzida, incluindo as exportações de insumos.

Da China para o mundo

A epidemia pelo novo coronavírus não afeta só a China, como também outros países do mundo. Viagens, partidas esportivas, cerimônias, shows e outros tipos de eventos estão sendo cancelados ou adiados pelas organizações.

Umas das consequências do COVID-19 para a economia é a respeito da paralisação na produção chinesa que afeta o fornecimento de diversos suprimentos e componentes em outras regiões, principalmente para a montagem de produtos eletrônicos e até de medicamentos.

Cenário econômico brasileiro

A China tem importante papel de importador de commodities do Brasil e fornecedor para a indústria nacional, em grande parte, de produtos de tecnologia. Com isso, o desabastecimento de componentes nas indústrias brasileiras só aumenta, o que logo ocasionará a suspensão na produção. O desequilíbrio entre oferta e demanda pode resultar no aumento dos preços dos produtos.

Desvalorização do Câmbio: a alta do dólar

O dólar comercial registrou novamente um aumento, chegando a máxima histórica de R$ 4.60, até a manhã de quinta-feira (5). Devido a isso, os econômicos preveem que o Copom (Comitê de Política Monetária) possa reduzir novamente a taxa básica de juros (4.25%) com o objetivo de evitar uma desaceleração ainda maior da economia brasileira.

Nos Estados Unidos, por exemplo, foi anunciado um corte extremo de 0,5 ponto percentual na taxas de juros, o que causou um efeito imediato na Bolsa de Valores de São Paulo que fechou com queda de 1,02% na última terça-feira (3).

Considerações

Certamente, há muito o que ser discutido sobre os efeitos do COVID-19 na economia brasileira e mundial. Um fenômeno global dessa magnitude pode causar muitas incertezas no mercado, provocando picos de instabilidade.

O que podemos ressaltar é que busque fontes de confiança para se manter informado sobre o novo coronavírus e evite o compartilhamento de notícias que parecem suspeitas. Em um momento de tensão como este, toda informação pode causar impactos entre as pessoas a sua volta.

Ficamos por aqui. Até breve.

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe nas suas redes sociais
Jennifer Figueiredo

Graduanda em Jornalismo pela Universidade do Oeste Paulista e Redatora na Foregon, gosta de falar sobre os produtos financeiros que oferecem as melhores vantagens. Nas horas vagas, procura a companhia de amigos para descontrair.

Ver todos os posts

Leia a seguir

  • Especial coronavírus

    Digitalização na pandemia: como as empresas têm investido em tecnologia?

  • Especial coronavírus

    Eventos e turismo: regras para remarcação durante a pandemia

  • Especial coronavírus

    Vacina contra a Covid-19 pode ficar pronta até outubro

  • Especial coronavírus

    Saiba quais benefícios você pode receber durante a pandemia

Ver mais conteúdos

Veja o que estão comentando

Principais conteúdos

Principais assuntos

  1. Home
  2. Conteúdo
  3. Especial coronavírus