Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como renegociar dívidas com a Caixa

Thais SouzaPublicado em

Quer sair do vermelho e voltar a ter controle da sua vida financeira? A Caixa Econômica Federal disponibiliza diversos meios para seus clientes renegociarem suas dívidas por meio de canais digitais ou telefone. Neste guia completo vamos apresentar todos eles para você.

Você encontra nesse artigo:

Como renegociar dívidas com a Caixa

Por meio dos canais digitais da Caixa é possível renegociar dívidas de seu empréstimo, cartão de crédito ou financiamento habitacional.

Renegociação pelo site Caixa

O Negociar Dívidas é o portal oficial da Caixa de renegociações online para Pessoas Físicas e com contrato de crédito comercial. Neste canal, os clientes podem escolher entre pagar a dívida à vista ou pagar uma entrada e parcelar o restante em até 96 vezes. Confira o passo a passo:

  1. Acesse o portal Negociar Dívidas;
  2. Informe os dados solicitados na tela e, se necessário, atualize seu cadastro;
  3. Após o login, você verá todos os seus contratos com a Caixa. Então, selecione o que deseja renegociar;
  4. Escolha a data de pagamento da entrada, a quantidade de parcelas e confirme.

Pronto, o boleto da parcela única ou da entrada é gerado na hora e os próximos são enviados para o seu endereço cadastrado.

Vale ressaltar que em casos de crédito comercial para Pessoas Físicas com saldo devedor de até R$ 30 mil, sem garantia real, é exigida uma entrada de no mínimo 10% sobre o valor da dívida.

Renegociação pelo App Caixa

App Cartões Caixa 

Se você está com dívidas no cartão de crédito Caixa, saiba que a renegociação pode ser feita de forma rápida e prática pelo App Cartões Caixa. Confira o passo a passo:

  1. Abra o App Cartões Caixa (Android e iOS);
  2. Entre com login e senha;
  3. Vá até "Faturas";
  4. Clique em "Renegociar";
  5. Escolha a opção que mais se encaixa no seu perfil e confirme a proposta.

Além de renegociar dívidas do seu cartão de crédito, no App você também pode realizar diversos serviços, como:

  • Consultar e acompanhar a fatura;
  • Emitir a segunda via do boleto;
  • Alterar a data de vencimento;
  • Simular acordos em até 96 meses, antes do vencimento da fatura;
  • Acompanhar a evolução da dívida;
  • Gerar a carta de quitação de acordos;
  • Parcelar a fatura em atraso.

App Habitação Caixa 

Clientes com financiamento ativo no banco podem acompanhar e fazer alterações no pagamento direto do App Habitação Caixa (Android e iOS). Por lá é possível:

  • Emitir segunda via de boleto;
  • Incluir prestações no débito em conta;
  • Utilizar o FGTS para amortizar 80% das prestações por até 12 meses;
  • Alterar data de vencimento das parcelas.

Renegociação pelo WhatsApp Caixa

Se quiser ainda mais praticidade na hora de renegociar suas dívidas com a Caixa, saiba que esse processo também pode ser feito pelo WhatsApp.

Para isso, basta adicionar o número da Caixa na sua lista de contatos e mandar uma mensagem no aplicativo de conversas. Então, selecione a "Opção 3 – negociar dívidas". O atendimento está disponível de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 8h às 18h.

  • WhatsApp Caixa: 0800 104 0104

Renegociação pela central de atendimento Caixa

Por meio da central de atendimento Caixa, os clientes podem renegociar dívidas com cartão de crédito, habitação e empréstimos. Para isso, basta entrar em contato nos telefones abaixo. O atendimento é de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 8h e 20h.

  • Capitais e regiões metropolitanas: 4004 0104
  • Demais localidades: 0800 104 0104

Renegociação pelo Chatbot

Quem possui algum contrato de crédito com mais de 30 dias de atraso também consegue renegociar pelo Chatbot da Caixa. O atendimento online acontece de segunda a sexta-feira, das 08h às 18h, exceto em feriados.

Renegociação pelas redes sociais Caixa

Uma outra alternativa disponível para você renegociar suas dívidas e emitir a segunda via do boleto é por meio do atendimento nas redes sociais da Caixa: Twitter e no Facebook Messenger. O horário é de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 8h às 20h.

Como renegociar dívida de empresas na Caixa?

Clientes Pessoa Jurídica (PJ) da Caixa podem renegociar suas dívidas de três maneiras. A principal delas é a presencial, por meio do gerente de relacionamento.

Mas, se preferir renegociar online, é possível falar com um especialista por meio do chat do site ou WhatsApp Caixa. Em ambos os canais, o atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

  • WhatsApp: 0800 104 0104

Como emitir 2ª via de boleto do acordo Caixa?

Ao fazer uma renegociação com a Caixa, o primeiro boleto é gerado na hora. Mas se você deseja emitir uma segunda via, pode solicitá-la em qualquer canal listado acima, ou seja, pelo App Cartões Caixa, redes sociais, central de atendimento ou WhatsApp.

Por que é importante renegociar dívidas?

Quitar dívidas é o primeiro passo para voltar a ter controle da sua vida financeira e aproveitar as vantagens do nome limpo. Confira os motivos para renegociar suas dívidas com a Caixa:

  • Após quitar a dívida, o seu score aumenta;
  • Mais facilidade de aprovação de crédito;
  • Se aprovado em solicitações de crédito, com o nome limpo você consegue melhores condições e juros mais baixos;
  • Sua imagem no mercado financeiro melhora;
  • Mais controle da sua vida financeira;
  • Segurança na transação, pois a renegociação é feita diretamente com o banco;
  • Ao renegociar online, você não precisa ir até o banco e enfrentar filas.

Além de todos os benefícios citados acima, quitar dívidas também é benéfico para sua saúde. Estudos comprovam que as dívidas e a falta de planejamento financeiro podem afetar a sua qualidade de vida.

Dicas Foregon para sua renegociação de dívidas

1. Faça um planejamento financeiro

Fazer um planejamento financeiro é importante para avaliar a sua situação financeira e saber se você terá condições de arcar com uma renegociação em um determinado momento ou se é melhor esperar.

Para isso, registre em um caderno ou planilha o valor exato que entra na sua conta durante o mês, o valor exato das dívidas em aberto, incluindo os juros e encargos cobrados pelo período em atraso e tabela as despesas fixas e variáveis.

Com todas essas informações na ponta do lápis, você terá um guia para os seus gastos. Quando você faz uma previsão, fica mais preparado para eventuais surpresas no orçamento.

2. Estabeleça um limite para as parcelas do acordo

Com o planejamento feito, você conseguirá saber o valor mensal que pode ser comprometido para pagamento da dívida, sem prejudicar o seu orçamento. Então é hora de definir esse limite.

Vale ressaltar que, se escolher um acordo parcelado, o valor das parcelas não pode ultrapassar 30% da sua renda mensal. Caso contrário, pode ser que no futuro você se complique para pagar as prestações.

3. Priorize dívidas com juros mais altos

Nesta etapa você deverá listar todas as dívidas pendentes, incluindo cartão de crédito, carnês, boletos, empréstimos e financiamentos. Então, calcule os juros de atraso cobrados em cada uma delas.

Se você não possui capital suficiente para renegociar e pagar todas as suas dívidas de uma só vez, o ideal é focar na que cobra mais juros, como no caso do rotativo do cartão de crédito e o cheque especial. Isso porque, quanto mais tempo você demorar para renegociá-la, mais juros vai pagar.

Porém, existe uma exceção. Se você está devendo em alguma modalidade de crédito com garantia, como um empréstimo com garantia de veículo, por exemplo, essa dívida deve ser sua prioridade de pagamento, mesmo se tiver juros menores, já que se você ficar devendo, pode perder o bem para o banco.

4. Fique de olho em feirões de renegociação

Os birôs de crédito realizam diversos feirões de renegociação de dívidas anualmente, como o Feirão Serasa Limpa Nome. Essas campanhas oferecem ótimos descontos e condições de pagamento. Por isso, além de simular um acordo diretamente com a Caixa, você também pode pesquisar feirões para comparar as ofertas.

5. Renegocie sem medo

Uma renegociação direta com o credor deve ser unilateral, ou seja, o acordo deve ser vantajoso para ambos. Por isso, você pode e deve fazer a sua proposta para o banco, apresentando alternativas de pagamento e pedindo descontos.

É possível que o banco queira fazer uma contra proposta. Nesse caso, não aceite nada por impulso nem feche um acordo que não seja vantajoso para você. A dica é: só renegocie se as condições estejam adequadas à sua situação financeira.

6. Enquanto não quitar a dívida, não faça outras

Por fim, após a renegociação, a dica é: enquanto você não quitar o acordo totalmente, evite fazer novas dívidas. Isso inclui parcelamentos no cartão de crédito, empréstimos, financiamentos, compras no carnê, dentre outras.

Isso porque, se você tiver muitas contas para pagar além das parcelas do acordo, as chances de se enrolar e não conseguir pagar tudo são grandes, o que pode resultar em uma dívida maior ainda.

Vale a pena fazer um empréstimo para pagar dívidas?

Na hora que o orçamento aperta, muitas pessoas recorrem ao empréstimo para pagar suas dívidas, mas é importante saber que ao fazer isso, você estará assumindo uma dívida para quitar outra.

Em alguns casos isso pode ser interessante, como quando os juros da dívida são maiores do que as taxas cobradas no empréstimo. Porém é importante ficar atento a alguns detalhes.

Perguntas frequentes (FAQ)

Após o pagamento, em quanto tempo a restrição sai do CPF?

Após quitar a dívida com a Caixa ou pagar a primeira parcela do acordo, em até cinco dias úteis o seu CPF deve ser retirado dos órgãos de proteção ao crédito. Caso este prazo já tenha passado e a dívida continue ativa em seu CPF, entre em contato diretamente com a Caixa.

Onde pagar boleto de renegociação Caixa?

Você pode pagar o seu boleto do acordo em qualquer casa lotérica, no guichê da Caixa ou terminal de autoatendimento e no aplicativo do seu banco, por meio do código de barras do boleto.

Após renegociar dívida, meu cartão de crédito Caixa é reativado?

Depende. Se o seu cartão ainda está ativo, ao pagar a dívida com as faturas, o valor pago volta para o seu limite. Agora, se o cartão foi cancelado por atraso no pagamento, você terá que solicitar outro e passar novamente pela análise de crédito.

Quais tarifas vão incidir sobre o cálculo do valor da dívida?

O tipo de tarifa dependerá do tipo da dívida. No geral, as mais comuns são: crédito do rotativo e os juros proporcionais aos dias de atraso.

O que acontece se eu fazer uma renegociação e não pagar a parcela?

O seu acordo será cancelado e você terá que realizar outro.

Posso parcelar meu acordo com a Caixa em quantas vezes?

O parcelamento vai até 96 vezes, mas depende da dívida que você vai renegociar.

Quitar minha dívida Caixa ajuda a aumentar o score de crédito?

Sim, quitar uma dívida é um dos principais fatores para o aumento do score, porém, o processo pode demorar, em média, três meses.

Posso usar meu FGTS para pagar dívida habitacional da Caixa?

Sim. Você pode utilizar o FGTS para amortizar 80% das prestações por até 12 meses.

Não concordo com as condições de pagamento apresentadas para mim. O que eu faço?

Caso você não concorde com as condições de pagamento, o ideal é falar diretamente com um atendente da Caixa, por telefone ou presencialmente. Assim, você pode apresentar a sua proposta para o banco, com condições que se adequem a sua situação financeira.

Descomplicamos?

Este guia completo faz parte da missão da Foregon de descomplicar conteúdos relacionados à finanças para proporcionar uma vida financeira mais saudável para nossos leitores. Aproveite e leia também:

Boa leitura e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Thais Souza

Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, se identifica com conteúdos relacionados a investimentos e empréstimos e acredita que esse tipo de conhecimento pode mudar a vida das pessoas. Busca impactar a vida dos usuários que buscam resolver um problema ou conhecer melhor um produto ou serviço financeiro.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Empréstimos Caixa: conheça todas as modalidades

Empréstimos Itaú: conheça todas as modalidades

Como renegociar dívidas com a Caixa

Como renegociar dívidas com o Nubank

Como renegociar dívidas com o banco Itaú

Como renegociar dívidas com o Banco do Brasil

Dívida atrasada de cinco anos: o que fazer?

Como a Selic a 5% afeta a sua vida?