Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos
Acesse sua conta

Como se planejar financeiramente para morar sozinho?

Por Janaína TavaresPublicado em

Conquistar a independência é um passo muito importante na vida de todos, no entanto, em termos de finanças, é uma decisão que precisa ser muito bem pensada. Se você está desejando morar sozinho e quer saber como se planejar financeiramente, nós separamos cinco dicas que podem ser ideais. Ficou interessado? Continue a leitura e aproveite o conteúdo!

Como se planejar financeiramente para morar sozinho?

1. Saiba qual é a sua renda mensal

Para entender o seu orçamento mensal, você pode recorrer à ajuda de uma planilha e anotar todos os gastos e ganhos que tem durante o mês. Feito isso, subtraia esses dois valores obtidos e pronto! Dessa forma, você conseguirá entender como a sua vida financeira está atualmente e, como resultado, poderá se preparar para morar sozinho de forma coerente.

2. Estime os gastos da sua futura casa

A partir do momento em que você entende a sua renda mensal, imagine as contas que você precisará pagar todos os meses, como: condomínio, aluguel, água, luz, internet, supermercado, farmácia, produtos de limpeza, entre outros. Se a estimativa ultrapassar o seu orçamento, organize o seu dinheiro primeiramente para evitar maiores prejuízos no futuro.

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20

3. Comece a economizar

É importante abrir mão de certas regalias para morar sozinho, até porque os imprevistos vêm e é preciso ter dinheiro suficiente para resolvê-los. Portanto, reveja todas as suas despesas e avalie qual delas podem ser reduzidas ou cortadas do seu orçamento. O dinheiro economizado poderá ser colocado em condições que façam ele girar e render!

4. Procure pelo lugar ideal

Além da segurança, é necessário avaliar a localização e estrutura da casa. Por exemplo: se ela for muito afastada do comércio, você terá de gastar com transporte sempre que precisar. Além disso, se estiver em más condições, terá de providenciar melhorias e reformas. Sendo assim, avalie bem todos esses aspectos, antes de fechar o contrato.

5. Crie uma reserva de emergência

É importante saber que economizar é o melhor caminho para morar sozinho. Nunca pare de investir o dinheiro que for guardando todos os meses, para que você sempre tenha recursos o suficiente para os gastos inesperados. Dessa forma, você conseguirá resolver todos os possíveis problemas e o melhor de tudo: sem comprometer a sua renda mensal.

Descomplicamos?

Esperamos ter ajudado você com o nosso conteúdo. Qualquer dúvida sobre o assunto, deixe um comentário para nós e até a próxima!

Gostou? Deixe seu curtir
Compartilhe
Janaína Tavares

Jornalista e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, a Janaína (ou Jana). Como redatora, ama os conteúdos sobre dicas financeiras. Preza pela checagem de todas as informações e o conteúdo perfeito para ela, é aquele que ajuda o leitor a resolver um problema, ensinando e orientando o leitor a tomar a melhor decisão.

Ver todos os posts

Deixe seu comentário

Leia também

Pix: saiba o que você já pode pagar utilizando esse sistema

Viagem dos sonhos: como se organizar e juntar dinheiro?

Instagram como ferramenta de negócios: guia completo

Como recarregar Bilhete Único pelo celular?

PicPay: como fazer cobranças pelo aplicativo?

Caixa abre 10 mil vagas de emprego para concursados, estagiários e aprendizes

Open Banking ou Open Finance: o que você precisa saber sobre esses sistemas

Não consegue guardar dinheiro? Conheça a “poupança por assinatura”