Ir para o conteúdo principal
Foregon.comConteúdos

Como solicitar a Renda Emergencial?

Por Camila SilveiraPublicado em

A Caixa Econômica Federal começou a pagar na quinta-feira (16), a primeira parcela da Renda Emergencial para os beneficiários do Bolsa Família e para os trabalhadores informais que se inscreveram no programa por meio do site e do aplicativo. 

Os trabalhadores inscritos no Cadastro Único e que não são beneficiários do Bolsa Família, já começaram a receber o auxílio na semana passada. Esses valores estão sendo depositados de maneira automática para quem possui conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa.

Como fazer o cadastro da Renda Emergencial?

  • Pela internet, no site www.auxílio.caixa.gov.br;
  • Por meio do aplicativo da Caixa Auxílio Emergencial (iOS e Android);
  • Em lotéricas e agências da Caixa para quem não tem acesso à internet.

Informações necessárias para realizar o cadastro

  • Nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe;
  • Número do celular para receber o SMS com informações sobre o benefício;
  • Renda individual ou ramo de atividade;
  • Cidade e estado onde mora;
  • Número do RG ou CNH para quem deseja criar a poupança digital na Caixa

Quem tem direito à Renda Emergencial?

  • Microempreendedores Individuais (MEI);
  • Trabalhadores informais inscritos no CadÚnico até o último dia de março de 2020;
  • Contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS).

Além disso, todos os beneficiários deverão:

Imperdível
Sua chance de ter um cartão de crédito sem anuidade78.477 pessoas já pediram
Ver cartão
Encerra em 16:20
  • Ter mais de 18 anos de idade e CPF regularizado;
  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
  • Ter renda mensal de até 3 salários mínimos na família inteira (R$ 3.135);
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis em 2018 acima de R$ 28.559,70;
  • Não estar recebendo seguro desemprego;
  • Não estar recebendo nenhum benefício previdenciário ou assistencial;
  • A renda familiar considera os rendimentos de todas as pessoas que vivem na mesma casa, exceto os pagamentos do Bolsa Família.

Observação importante: o auxílio não será pago para as pessoas que recebem aposentadoria, pensão, demais benefícios previdenciários, seguro desemprego, benefícios assistenciais ou outro programa de transferência de renda, que não seja o Bolsa Família.

Quando será feito o pagamento da Renda Emergencial?

Primeira parcela

  • A partir de quinta-feira (09): pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem o Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal;
  • A partir de terça-feira (14): pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem o Bolsa Família, com poupança digital na Caixa ou conta no Banco do Brasil, incluindo as mulheres chefes de família;
  • A partir de quinta-feira (16): beneficiários do Bolsa Família e trabalhadores informais que se inscreveram no programa via App e site.
  • Trabalhadores informais que estão no Cadastro Único, receberão em até 5 dias úteis após a inscrição no programa de auxílio emergencial via App e site.

Segunda parcela

  • Entre 27 e 30 de abril: pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa via App e site;
  • Últimos 10 dias úteis de maio: beneficiários do Bolsa Família.

Terceira parcela

  • Entre 26 e 29 de maio: pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e trabalhadores inscritos no programa via App e site;
  • Últimos 10 dias úteis de junho: beneficiários do Bolsa Família. 

Como será feito o pagamento da Renda Emergencial?

Entenda que nessa primeira etapa, só haverá depósitos em contas bancárias. Sendo assim, esse dinheiro só poderá ser movimentado de forma eletrônica. Os beneficiários que possuem conta aberta em outro banco podem receber o dinheiro nela, pois a Caixa transferirá o dinheiro sem custos adicionais. 

Os beneficiários que não possuem conta bancária terão de autorizar a abertura de uma poupança digital na Caixa, no momento de se cadastrar no site ou aplicativo. O processo é bastante simples e não requer apresentação física de documentos. 

No caso dos beneficiários sem acesso à internet, é possível realizar o cadastro em lotéricas ou agências da Caixa, com o recebimento na conta indicada (seja ela conta corrente ou poupança digital). O saque em dinheiro começa apenas no dia 27 de abril.

Saques em espécie direto da poupança digital

  • 27 de abril: nascidos em janeiro e fevereiro;
  • 28 de abril: nascidos em março e abril;
  • 29 de abril: nascidos em maio e junho;
  • 30 de abril: nascidos em julho e agosto;
  • 04 de maio: nascidos em setembro e outubro;
  • 05 de maio: nascidos em novembro e dezembro. 

Telefone para contato

O telefone 111 é exclusivo para as pessoas que possuem dúvidas sobre a Renda Emergencial. Essa linha está disponível para esclarecimentos de informações e, por meio dela, você consegue consultar se está no CadÚnico, Bolsa Família e se precisa cadastrar-se no aplicativo ou site. As ligações podem ser feitas de forma gratuita. 

Conteúdos relacionados

Restou alguma dúvida? Deixe um comentário para nós e até breve! 

    Gostou? Deixe seu curtir
    Compartilhe
    Camila Silveira

    Redatora e Especialista em Produtos e Serviços Financeiros na Foregon, adora descomplicar os cartões de crédito, empréstimos, financiamentos, seguros, contas digitais, entre outros. Boa parte do seu trabalho é acompanhar a movimentação dos bancos e instituições financeiras para trazer as principais notícias do mercado.

    Ver todos os posts

    Deixe seu comentário

    Leia também

    O Auxílio Emergencial vai voltar em 2021?

    Conheça o ‘Auxílio Emergencial’ para moradores da cidade de Belém

    O que é necessário para receber a vacina contra o coronavírus?

    Procon alerta para anúncio falso de vacina contra o covid-19

    Como a pandemia afetou a economia brasileira em 2020?

    Benefícios de aplicar o Auxílio Emergencial no Nubank ou Banco Inter

    Réveillon 2021: festas são canceladas em diversos estados

    Digitalização na pandemia: como as empresas têm investido em tecnologia?

    1. Home
    2. Conteúdo
    3. Especial coronavírus